26°
Máx
19°
Min

Cazares some, não se apresenta em Belo Horizonte e é punido pelo Atlético-MG

Um dos principais jogadores do Atlético Mineiro na temporada, o meia Cazares segue dando dor de cabeça fora de campo. O jogador era esperado em Belo Horizonte na manhã desta quinta-feira, depois de servir à seleção do Equador, mas simplesmente não embarcou no voo reservado pela diretoria. Também não deu notícias do seu paradeiro. Por isso, será punido.

"Atlético preparou toda a logística para que Cazares desembarcasse no final dessa manhã em BH, assim como fez com os demais jogadores que serviam as suas seleções. O atleta não desembarcou e, desde ontem (quarta), não atende as ligações ou responde às mensagens do supervisor de futebol. Diante do fato, será punido pelo clube", anunciou o Atlético-MG, em nota.

Cazares deveria chegar de madrugada, após ficar no banco de reservas e não participar dos dois jogos que o Equador fez nos últimos dias, contra Chile (quinta-feira passada) e Bolívia (terça). Assim, a expectativa do técnico Marcelo Oliveira era utilizá-lo no clássico de logo mais contra o América-MG.

O equatoriano tem sido criticado pelos torcedores do Atlético praticamente desde que chegou. Os críticos dizem que ele tem abusado da presença na noite de Belo Horizonte e não leva a carreira a sério. No duelo da Libertadores contra o São Paulo, chegou a ser cortado até do banco de reservas pelo técnico Diego Aguirre, mas o motivo nunca foi divulgado.