24°
Máx
17°
Min

CBF acata ordem do STJD e anula resultado do Fla-Flu

A CBF tirou da tabela de classificação do Campeonato Brasileiro o resultado do clássico Flamengo e Fluminense, realizado na semana passada em Volta Redonda. Vencido pelo time da Gávea por 2 a 1, o jogo está momentaneamente anulado por decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que acatou pedido do Fluminense. Com isso, o Flamengo se mantém em segundo lugar na classificação, mas a sete pontos do líder Palmeiras e com um jogo a menos.

A retirada dos pontos aconteceu após a CBF ser notificada da decisão do presidente do STJD, Ronaldo Botelho Piacente, que na noite de segunda-feira recebeu pedido de impugnação do clássico por parte do Fluminense. A decisão, contudo, não é definitiva: o caso será julgado pelo tribunal, que poderá acatar ou não o pedido.

Piacente explicou, em entrevista à Rádio CBN, que a decisão do tribunal deve ocorrer o mais rápido possível e que tudo deve ser solucionado até a primeira quinzena de novembro. "Já determinei a intimação do Flamengo para se manifestar em até dois dias. Depois, vou intimar a Procuradoria para se manifestar em dois dias e vão ser ouvidas as testemunhas. Já será colocada na próxima pauta e vai ser o mais rápido possível. Acredito que seja na primeira quinzena de novembro", projetou.

A polêmica no Fla-Flu teve início aos 39 minutos do segundo tempo. O árbitro Sandro Meira Ricci marcou impedimento no gol do zagueiro Henrique no primeiro momento - o gol decretaria o empate de 2 a 2 na partida. Depois da marcação, ele recuou e validou o gol. E, por fim, anulou novamente.

A discussão do lance causou longos 13 minutos de paralisação até a decisão final, irritando jogadores e diretoria do Fluminense. A suspeita é de que o árbitro tenha decidido o lance após receber informação externa, com auxílio de imagens de TV, o que é proibido.