28°
Máx
17°
Min

CBF cobra esforço de Neymar para convencer Barça a jogar Copa América e Rio-2016

Créditos: Rafael Ribeiro / CBF - CBF cobra esforço de Neymar para convencer Barça a jogar Copa América e Rio-2016
Créditos: Rafael Ribeiro / CBF

Insatisfeita com a negativa do Barcelona em liberar Neymar para a Copa América Centenário, a CBF pediu nesta sexta-feira que o jogador faça um esforço pessoal para convencer o clube espanhol a liberá-lo para disputar tanto a competição continental quanto os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em agosto.

O Barcelona comunicou sua decisão em carta enviada à CBF nesta sexta. O time europeu pretende liberar Neymar somente para a Olimpíada. "O clube aceita liberar o jogador para apenas uma das competições", disse Gilmar Rinaldi, coordenador de seleções da CBF, ao confirmar que recebeu a correspondência assinada pelo presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu.

A negativa decepcionou a entidade brasileira, que vinha negociando há meses a liberação do atleta para as duas competições. O técnico Dunga e Gilmar chegaram a fazer uma visita ao clube catalão para apresentar uma detalhada programação, pela qual Neymar teria até 22 dias de férias. O período de descanso do brasileiro, ao fim da temporada europeia, é a maior preocupação do Barcelona.

Sem desanimar, a CBF prometeu insistir junto ao clube espanhol. "A CBF, por intermédio da Diretoria de Seleções, fará todo o esforço possível para contar com Neymar Jr. na disputa da Copa América Centenário e dos Jogos Olímpicos Rio-2016", declarou Gilmar, em comunicado oficial.

No mesmo documento, o coordenador de seleções afirma que agora conta com o esforço pessoal do atacante para obter a liberação. "Neymar Jr. já anunciou publicamente que deseja disputar as duas competições pela seleção brasileira e contamos, também, com o seu esforço perante o clube", disse o dirigente.

Com este apelo direto ao jogador, Dunga e Gilmar repetem a tática utilizada nos Jogos Olímpicos de Pequim-2008. Sem conseguir a liberação do lateral Rafinha e do meia Diego, o treinador pediu aos jogadores que pressionassem seus clubes, o Schalke e o Werder Bremen, respectivamente, para obter a permissão. Após insistir, a dupla teve sucesso e chegou quase de última hora à concentração da seleção na China. A insistência, contudo, gerou atritos entre atletas e a direção dos clubes alemães.

Pelas regras da Fifa, o Barcelona tem obrigação de liberar Neymar para a Copa América Centenário, pois a disputa faz parte do calendário da entidade, mas não precisa cedê-lo para os Jogos do Rio (a Olimpíada não é evento oficial da Fifa). O Barcelona sempre se posicionou no sentido de deixar o jogador participar de apenas uma das duas competições. Neste caso, será na Olimpíada.

Na CBF, há quem defenda que Dunga deve convocar Neymar para a Copa América Centenário, pois o clube é obrigado a ceder. Mas essa hipótese não é levada em conta pelo treinador nem por Gilmar. Além de criar um clima péssimo com o Barça e até com o próprio jogador, sua presença na Olimpíada seria negada. Se precisar escolher, a comissão técnica deve optar pelo Rio-2016, por jogar em casa e pela antiga busca pela inédita medalha de ouro.