21°
Máx
17°
Min

Classificado, Grêmio encerra fase de grupos com vitória sobre o Toluca por 1 a 0

Em uma partida entre equipes classificadas às oitavas de final da Copa Libertadores, o Grêmio derrotou o Toluca, do México, por 1 a 0, nesta terça-feira, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, pela sexta e última rodada do Grupo 6. O gol da vitória gremista foi do lateral-direito Ramiro, aos 15 minutos do primeiro tempo.

Com 11 pontos, o Grêmio encerrou a chave na segunda colocação, dois atrás do líder Toluca. Na Argentina, San Lorenzo e LDU, do Equador, ficaram no empate por 1 a 1. Eliminados, os ex-campeões da Libertadores ficaram na terceira e quarta posições, respectivamente, com quatro pontos cada.

Grêmio e Toluca esperam agora a definição dos três grupos que ainda terão a última rodada a ser jogada para saberem quem enfrentarão nas oitavas. O time mexicano já tem a quarta melhor campanha da competição, mas pode cair para a quinta se o Corinthians bater o Cobresal, do Chile, nesta quarta-feira, em casa, por pelo menos dois gols de diferença.

No caso do Grêmio, a situação é mais complexa. Tem a melhor campanha entre os segundo colocados, mas pode cair para quarto lugar se River Plate, São Paulo (ambos no Grupo 1), Racing (Grupo 3) e Independiente Santa Fé (Grupo 8) vencerem seus jogos. Antes da Libertadores, porém, o time gaúcho terá as semifinais do Campeonato Gaúcho contra o Juventude e o duelo de ida será nesta quinta-feira, em Caxias do Sul (RS) - a volta será no domingo, em Porto Alegre.

Em campo, com as duas equipes já classificadas, valeu mais a maior vontade do Grêmio de vencer. Com bom toque de bola, o time gaúcho chegou ao gol do Toluca com facilidade e o gol saiu logo aos 15 minutos de jogo. Após cruzamento da esquerda de Luan, Ramiro entrou em velocidade na área e se antecipou ao goleiro Liborio Sánchez para marcar de cabeça.

A partir daí, o Grêmio resolveu tocar mais a bola para fazer o tempo passar e até criou algumas chances para marcar o segundo gol, mas não teve sucesso. O Toluca assustou algumas vezes, mas Marcelo Grohe mostrou segurança no gol.

GRUPO 4 - A Libertadores conheceu nesta terça-feira mais um time classificado - agora 11 no total - às oitavas de final. É o Huracán, da Argentina, que conseguiu a façanha de tirar os 100% de aproveitamento do Atlético Nacional, da Colômbia, ao empatar sem gols fora de casa, no estádio Atanasio Girardot, em Medellín, pela sexta e última rodada do Grupo 4.

Com oito pontos, o time argentino foi beneficiado pela derrota de virada do Sporting Cristal, do Peru, para o eliminado Peñarol por 4 a 3, em Montevidéu, no Uruguai - o time visitante chegou a abrir 3 a 1 e esperava uma derrota do Huracán na Colômbia. O clube de Buenos Aires, assim, ficou em segundo na chave com três pontos a mais que os uruguaios e quatro à frente dos peruanos, que terminaram na lanterna.

Já o Atlético Nacional fechou a fase de grupos com a melhor campanha no geral e terá a vantagem de decidir os mata-mata em casa até uma possível final. O time colombiano somou 16 pontos com cinco vitórias e um empate, com a incrível marca de 12 gols marcados e nenhum sofrido.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 1 x 0 TOLUCA

GRÊMIO - Marcelo Grohe; Ramiro, Pedro Geromel (Bressan), Fred e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Giuliano e Douglas (Lincoln); Luan e Bobô (Henrique Almeida). Técnico: Roger Machado.

TOLUCA - Liborio Sánchez; Jordan Silva, Quesada, Francisco Gamboa e Christian Pérez; Alejandro Navarro, Moisés Velazco, Edi Brambila e Lucas Lobos (Carlos Esquivel); Omar Arellano e Saucedo. Técnico: José Cardozo.

GOL - Ramiro, aos 15 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Henrique Almeida (Grêmio); Lucas Lobos e Edi Brambila (Toluca).

ÁRBITRO - Gustavo Murillo (Fifa/Colômbia).

RENDA - R$ 1.377.475,00.

PÚBLICO - 31.782 pagantes (34.628 no total).

LOCAL - Arena Grêmio, em Porto Alegre (RS).