20°
Máx
14°
Min

Colômbia vence os Estados Unidos e garante o 3º lugar da Copa América Centenário

(Foto: Divulgação/FCF) - Colômbia vence os Estados Unidos e garante o 3º lugar da Copa América
(Foto: Divulgação/FCF)

Em um jogo que valia pouco, Colômbia e Estados Unidos mostraram disposição para encerrarem a participação na Copa América Centenário com vitória. E quem se deu melhor foram os colombianos, que contaram com um gol de Carlos Bacca e o talento de James Rodríguez para superarem os norte-americanos por 1 a 0 na disputa do terceiro lugar, em duelo realizado na noite deste sábado em Glendale.

Os colombianos triunfaram, mas a seleção dos Estados Unidos ao menos deixou uma impressão melhor do que nas semifinais, quando foi massacrada pela Argentina por 4 a 0, fazendo um duelo equilibrado e, acima de tudo movimentado e cheio de oportunidades de gols com os colombianos, que vinham de derrota para o Chile por 2 a 0.

Agora, a Copa América chegará ao fim neste domingo, com a reedição da final do ano passado quando os chilenos superaram os argentinos nos pênaltis, em Santiago, e garantiram seu primeiro título da competição. Agora, vão buscar o bicampeonato diante de um adversário que tenta a vingança, liderado pelo talento de Lionel Messi, ainda na luta pelo primeiro título com a camisa da sua seleção.

O JOGO - Como tradicionalmente ocorre nas partidas em que o terceiro lugar de uma competição está sendo disputado, Colômbia e Estados Unidos fizeram um jogo bem aberto neste sábado, com várias chances de gol. Quem dominou o início do duelo foi a Colômbia, que encontrava espaços pelos lados e apostava nas jogadas em velocidade.

James Rodríguez liderava a equipe e quase abriu o placar do jogo aos 11 minutos, com um chute da entrada da área, após passe de Cuadrado, em que Howard fez boa defesa. E foi exatamente com a participação do seu principal jogador que os colombianos abriram o placar, aos 31 minutos. O jogador do Real Madrid, da entrada da área, deu um toque de efeito, com a bola indo para a cabeça de Arias, que ajeitou para o meio. Bacca, livre, só precisou completar para as redes.

O gol acordou de vez a seleção norte-americana, que passou criar chances em profusão, e também a desperdiçá-las. Foi assim aos 36 minutos, quando em rebote, Bedoya finalizou prensado, de dentro da grande área, mas para fora. Aos 42, depois de troca de passes, Jones tentou o cruzamento, a bola desviou em um marcador e quase entrou.

O ritmo foi ainda mais intenso na etapa final, tanto que logo no primeiro minuto Cardona assustou Howard com um chute da intermediária que passou por cima da meta norte-americana. Aos 11, Cardona achou James livre na grande área, mas o astro finalizou cruzado e para fora, desperdiçando boa chance de matar o jogo.

Logo depois, aos 15, Cuadrado quase marcou um golaço ao aproveitar Howard adiantado e, da entrada da área, bater colocado, encobrindo o goleiro e acertando o travessão.

Até então, os Estados Unidos ameaçavam mais em jogadas de bola parada. Mas a equipe passou a jogar com mais intensidade e também carimbou a trave adversária aos 16, em uma jogada de luta de Wood, que passou pelo seu marcador antes de finalizar da grande área. O mesmo Wood foi fazendo fila até ser travado na grande área aos 20 minutos. Só que o rebote caiu nos pés de Dempsey, que por muito pouco não acertou a meta adversária na sua finalização.

O ritmo quase insano dos 20 minutos iniciais do segundo tempo não foram mantidos nos restante da etapa final. E a Colômbia, com mais qualidade técnica, conseguiu controlar mais o jogo. A equipe esteve perto de fazer o segundo gol aos 37 minutos, quando Cardona, da entrada da área, viu Howard fazer ótima defesa após sua finalização.

A Colômbia teria ainda mais duas chances para marcar, com Cardona e James, mas não aproveitou. Cada seleção ainda teve um jogador expulso, mas o placar não mais se alterou, com a Colômbia assegurando o terceiro lugar na Copa América Centenário diante dos anfitriões norte-americanos.

FICHA TÉCNICA

ESTADOS UNIDOS 0 x 1 COLÔMBIA

ESTADOS UNIDOS - Tim Howard; DeAndr Yedlin, Michael Orozco, Geoff Cameron e Matt Besler; Alejandro Bedoya (Christian Pulisic), Michael Bradley (Darlington Nagbe) e Jemaine Jones; Bobby Wood, Clint Dempsey e Gyasi Zardes. Técnico: Jürgen Klinsmann.

COLÔMBIA - David Ospina; Santiago Arias, Christian Zapata, Jeison Murillo e Frank Fabra; Juan Cuadrado (Marlos Moreno), Guillermo Celis (Stefan Medina), Daniel Torres e Edwin Cardona; James Rodríguez e Carlos Bacca (Roger Martínez). Técnico: José Pekerman.

GOL - Carlos Bacca, aos 31 minutos do primeiro tempo

ÁRBITRO - Daniel Fedorczuk (Uruguai)

CARTÕES AMARELOS - Matt Besler e Jermaine Jones (Estados Unidos); Murillo e Juan Cuadrado (Colômbia)

CARTÕES VERMELHOS - Michael Orozco (Estados Unidos); Santiago Arias (Colômbia).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio da Universidade de Phoenix, em Glendale (Estados Unidos)