22°
Máx
17°
Min

Com 9 a 0, PSG massacra e garante título francês com 8 rodadas de antecipação

(Foto: Divulgação)  - Com 9 a 0, PSG massacra e garante título francês com 8 rodadas de antecipação
(Foto: Divulgação)

O Paris Saint-Germain confirmou o tetracampeonato francês neste domingo com um mais um massacre na competição. Jogando fora de casa, o time de Zlatan Ibrahimovic não tomou conhecimento do lanterna Troyes e aplicou uma sonora goleada de 9 a 0, assegurando a conquista com oito rodadas de antecipação.

Na história, foi o sexto título nacional obtido pelo PSG, campeão também em 1986 e 1994, este contando com a participação do brasileiro Raí. As últimas quatro conquistas (2012/2013, 2013/2014, 2014/2015 e 2015/2016) aconteceram sob a administração do milionário Nasser Al-Khelaifi, do Catar.

O triunfo deste domingo coroa uma campanha impressionante do PSG nesta edição do Campeonato Francês. Ao chegar aos 77 pontos, o time de Paris não pode mais ser alcançado pelo Monaco.

A equipe de Vagner Love precisava vencer o Reims na sexta. Mas o empate por 2 a 2 o deixou com 52 pontos, abrindo caminho para o título do PSG em caso de vitória neste domingo. Ao somar 77 de 90 pontos possíveis, em 30 rodadas, o PSG obteve o título com a maior vantagem já registrada no Campeonato Francês.

Maior referência do PSG em campo, Ibrahimovic foi novamente o grande astro do time. Ele marcou quatro gols, todos no segundo tempo. Antes do intervalo, Cavani abriu o placar aos 13 minutos de jogo. Javier Pastore anotou o segundo aos 17 e Adrien Rabiot ampliou dois minutos depois.

Na volta para o segundo tempo, Ibrahimovic iniciou seu massacre no primeiro minuto. Também balançou as redes aos 7, 10 e aos 43. Matthieu Saunier marcou contra aos 13 e Cavani marcou mais um aos 30. Ele desperdiçou pênalti, mas converteu no rebote do goleiro. No lance da penalidade, Lossemy Karaboue foi expulso e o time da casa passou a jogar com um a menos em campo.

Nos instantes finais, o PSG teve duas chances seguidas para marcar o décimo gol. Pastore e Lucas bateram em cima da defesa. Lucas, Maxwell e Marquinhos entraram em campo na segunda etapa. David Luiz e Thiago Silva foram titulares.