27°
Máx
13°
Min

Com Bernabéu vetado, final da Copa do Rei será no Vicente Calderón

(Foto: Divulgação/ RFEF) - Com Bernabéu vetado, final da Copa do Rei será no Vicente Calderón
(Foto: Divulgação/ RFEF)

A novela que costuma ser a escolha do local da final da Copa do Rei desta vez durou apenas 10 dias. Nesta segunda-feira a Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) anunciou que a partida que vai decidir o título do torneio, entre Barcelona e Sevilla, será no próximo dia 22 de maio, no estádio Vicente Calderón, do Atlético de Madrid, na capital espanhola.

Como é realizada em jogo único, a final da Copa do Rei acontece sempre em estádio neutro, dividido entre duas torcidas. Mas, diferente da Liga dos Campeões e da Liga Europa, por exemplo, o palco do jogo só é apontado depois que os finalistas estão definidos.

Como forma de garantir maior renda, os clubes preferem atuar no maior estádio possível. Como o Barcelona está na final, o Sevilla vetou atuar no Camp Nou. O Real Madrid, por sua vez, não gosta da ideia de ver o Barça comemorar um título no Santiago Bernabéu e achou um jeito de impedir que o estádio fosse apontado para receber a final, alugando-o para um show no mesmo dia.

Também Estádio Olímpico de La Cartuja, em Sevilha, costuma ser opção, descartada porque o time da cidade está na final. Aí, restaram duas alternativas: o Vicente Calderón e o Mestalla, do Valência, ambos com capacidade para cerca de 55 mil torcedores.

Para poder jogar no Calderón, os clubes toparam marcar a final para o dia 22 de maio, um domingo. A partida não poderia ocorrer no sábado, como de costume, porque o show do astro Bruce Springsteen no Bernabéu, no mesmo dia, inviabiliza dois grandes eventos concomitantes na cidade.

Nos últimos 11 anos, só o Mestalla, o Camp Nou, o Calderón e o Santiago Bernabéu receberam finais. O campo do Atlético de Madrid já foi palco de 12 decisões, enquanto que o do Real Madrid já viu três vezes mais jogos decisivos.