27°
Máx
13°
Min

Com desfalques, Atlético-MG estreia com vitória de virada na Libertadores

(Foto: Divulgação/BRUNO CANTINI/ATLÉTICO MG)  - Com desfalques, Atlético-MG estreia com vitória de virada na Libertadores
(Foto: Divulgação/BRUNO CANTINI/ATLÉTICO MG)

Mesmo com desfalques, e ainda sem contar com Robinho, o Atlético Mineiro fez grande estreia na Copa Libertadores na noite desta quarta-feira. Jogando fora de casa, em Arequipa, no Peru, o time brasileiro venceu de virada o Melgar, por 2 a 1, e despontou no Grupo 5. Rafael Carioca e Patric marcaram os gols da partida.

No duelo em que estreou também seu novo uniforme, o Atlético entrou em campo sem alguns dos seus principais jogadores, como o meia argentino Dátolo e os atacantes Thiago Ribeiro e Carlos. O meia equatoriano Cazares ainda não teve o seu contrato regularizado e Robinho ainda está sem preparo físico.

Desta forma, o técnico Diego Aguirre precisou fazer mudanças na equipe, adiantando Patric e recuando Luan, por exemplo, no setor ofensivo. Apesar destas alterações, o Atlético controlou a partida desde o início, mesmo quando levou o gol no início, e somou seus três primeiros pontos na competição.

Depois da estreia, o Atlético volta a campo pela Libertadores já na próxima quarta-feira, para enfrentar o equatoriano Independiente del Valle, desta vez em casa.

JOGO - Era estreia, numa competição famosa pelas partidas tensas. E ainda jogando fora de casa. Nada disso tirou a tranquilidade do Atlético no primeiro tempo do duelo contra o Melgar. Nem mesmo quando o time da casa, sem demonstrar qualquer superioridade em campo, abriu o placar aos 13 minutos, contando com uma ajudinha da sorte.

O lance teve início com cruzamento de Zuniga da direita. Leonardo Silva desviou de cabeça e a bola sobrou para finalização de Cuesta. O próprio zagueiro atleticano salvou em cima da linha, mas Fernández, bem posicionado na pequena área, pegou o rebote e completou para as redes.

Sem se abalar, o Atlético cresceu no meio-campo e passou a criar boas chances no ataque. Patric, jogando quase como centroavante, desperdiçou três grandes oportunidades. Aos 9 e aos 18, recebeu passe de Marcos Rocha mas finalizou para fora, quase cara a cara com o goleiro Ferreyra.

Os lances perdidos também não desanimaram o time brasileiro. E a paciência foi premiada aos 20 minutos. Rafael Carioca arriscou de longe e marcou um golaço, quase da intermediária. O empate trouxe mais tranquilidade aos mineiros, que não se abalaram nem mesmo com outra boa chance desperdiçada por Patric, aos 35.

Menos mal que o mesmo Patric teve outra oportunidade três minutos depois. E, desta vez, pôde se redimir. Ele recebeu lançamento de Luan pelo meio, driblou o goleiro e só empurrou rasteiro para as redes, decretando a virada da equipe brasileira.

Com a vantagem no placar, o Atlético começou o segundo tempo ainda mais tranquilo em campo, principalmente em razão da inércia dos anfitriões. Mesmo sem buscar o ataque com a mesma frequência da etapa inicial, o time brasileiro acertou o travessão aos 15 minutos, em finalização de Lucas Pratto.

O Melgar só "acordou" no segundo tempo aos 28 minutos, em cobrança de falta que exigiu boa defesa de Victor. O time peruano cresceu no ataque nos minutos finais, em busca do ataque, mas parou na marcação atleticana e nas próprias limitações do seu setor ofensivo.

FICHA TÉCNICA:

MELGAR 1 x 2 ATLÉTICO-MG

MELGAR - Ferreyra; Arismendi, Villamarín, Arías (Alexander Sánchez) e Quina; Santamaría (Diego Estrada), Leudo e Estrada; Omar Fernández, Zúñiga (José Fernández) e Cuesta. Técnico: Juan Reynoso.

ATLÉTICO-MG - Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Erazo e Douglas Santos; Leandro Donizete e Rafael Carioca (Eduardo); Patric, Luan (Dodô), Hyuri (Lucas Cândido) e Lucas Pratto. Técnico: Diego Aguirre.

GOLS - Fernández, aos 13, Rafael Carioca, aos 20, e Patric, aos 38 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Santamaría, Quina, Hyuri, Leandro Donizete.

ÁRBITRO - Wilson Lamouroux (Colômbia).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Mariano Melgar, em Arequipa (Peru).