27°
Máx
13°
Min

Com gol aos 51 minutos, Santos bate Coritiba de virada na Vila Belmiro

Com um gol de Renato, de cabeça, aos 51 minutos do segundo tempo, o Santos venceu o Coritiba por 2 a 1, de virada, na manhã deste domingo, na Vila Belmiro, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Foi a primeira vitória do Santos na competição, mantendo a invencibilidade de 29 jogos em casa.

Após uma derrota por 1 a 0 para o Atlético-MG na estreia, em Belo Horizonte (MG), o Santos está reabilitado e com três pontos. O Coritiba, que vinha de vitória também por 1 a 0 sobre o Cruzeiro, em Curitiba (PR), segue com a mesma pontuação.

O time paulista sentiu a ausência de Ricardo Oliveira, que não pôde atuar por dores no joelho e foi cortado até mesmo da seleção brasileira que irá disputar a Copa América Centenário. Assim, o Santos começou a partida com mais posse de bola, mas tinha dificuldade para transformar essa superioridade em gols.

Mais perigoso nos contra-ataques, o Coritiba abriu o placar aos 19 minutos. Dodô começou a jogada pela direita e serviu Leandro que cruzou na medida para o atacante Kleber completar do outro lado.

Correndo atrás do empate, o Santos passou a se abrir ainda mais para os contragolpes. Com Lucas Lima em manhã pouco inspirada, as raras chances que o time santista criou foram impugnadas por posições de impedimento de Joel.

Sem Lucas Lima, que deu lugar a Paulinho após o intervalo, o Santos voltou buscando alternativas para empatar. Como não conseguia se infiltrar na defesa adversária, a solução foi arriscar chutes de longa distância e Vitor Bueno resolveu em uma cobrança de falta aos 16 minutos, quando acertou o canto direito do goleiro Wilson e deixou tudo igual.

Após o gol, o time da casa melhorou, porém seguiu errando passes no meio-campo e mostrando pouca inspiração na criação de jogadas. Bem armado defensivamente, o Coritiba não permitiu que o adversário pressionasse com intensidade e segurou o empate até os acréscimos.

Já aos 51 minutos saiu o gol da vitória santista. Victor Ferraz desceu até a linha de fundo e cruzou para trás. Renato, mesmo cansado e sentindo cãibras, subiu com estilo e testou no canto esquerdo de Wilson.

O técnico Gilson Kleina reclamou muito junto à arbitragem após o término do jogo, porque o árbitro mineiro Ricardo Marques Ribeiro tinha dado cinco minutos de acréscimos e gol saiu aos 51.

As duas equipes voltam a campo na próxima quarta-feira, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Às 19h30, o Santos enfrenta o Figueirense no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC). Às 21h45, é a vez do Coritiba receber o São Paulo no Couto Pereira.

FICHA TÉCNICA:

SANTOS 2 x 1 CORITIBA

SANTOS - Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia, Renato, Vitor Bueno (Matheus Nolasco) e Lucas Lima (Paulinho); Gabriel e Joel (Ronaldo Mendes). Técnico: Dorival Júnior.

CORITIBA - Wilson; Dodô, Rafael Marques, Juninho e Carlinhos; João Paulo, Alan Santos (Ícar0), Ruy (Thiago Lopes) e César González; Leandro e Kleber (Guilherme Parede). Técnico: Gilson Kleina.

GOLS - Kleber, aos 19 minutos do primeiro tempo. Vitor Bueno, aos 16, e Renato, aos 51 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Gustavo Henrique, Vitor Bueno, Zeca, Ronaldo Mendes e Victor Ferraz (Santos); Alan Santos e Kleber (Coritiba).

ÁRBITRO - Ricardo Marques Ribeiro (MG).

RENDA - R$ 212.190,00.

PÚBLICO - 7.472 pagantes.

LOCAL - Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP).