22°
Máx
16°
Min

Com gol contra, Chapecoense vira nos acréscimos e vence o América-MG

Com gol contra marcado aos 46 minutos do segundo tempo, o lanterna América-MG levou uma dura virada da Chapecoense, por 2 a 1, na noite desta sexta-feira, na abertura da 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. O revés em casa, no Independência, complica ainda mais a situação da equipe mineira na tabela.

O América segue com 13 pontos, seis a menos que o Santa Cruz, penúltimo colocado na tabela, que ainda tem um jogo a menos. Em relação ao Figueirense, que é o primeiro time dentro da zona da degola, e também ainda não jogou na rodada, a diferença é de oito pontos. A Chapecoense vai a 30 pontos, na 9ª posição.

Precisando desesperadamente somar pontos para evitar o rebaixamento, o América foi para o ataque assim que a partida começou. E, no primeiro minuto de jogo, o goleiro Danilo já trabalhava na área da Chapecoense, ao defender chute do atacante Michael, que girou dentro da área e bateu, depois de cruzamento.

A partir daí, emoção de novo no primeiro tempo só aos 23 minutos. Osman recebeu na direita, cruzou e Michael bateu mal. Danilo pegou. As duas equipes encontravam dificuldades em sobrepor a marcação adversária. Aos 30, foi a vez da Chapecoense desperdiçar oportunidade de gol. Cleber Santana dominou na intermediária e chutou. Mas também errou o tiro. A bola sobrou para a zaga do time da casa. Aos 32, no entanto, o jogador, cobrando falta da esquerda, chutou direto e a bola passou próximo ao travessão.

No último lance do primeiro tempo, Gimenez deu carrinho em Gilson dentro da área, aos 45 minutos: pênalti. O jogador bateu e abriu o placar para o América no Independência. No retorno para o segundo tempo, Willian Thiego, aos 2, aproveitou cobrança de falta dentro da área, mas finalizou para fora. O América por pouco não ampliou aos 6 minutos. Matheuzinho cruzou da direita e Hélder chutou de primeira. Danilo espalmou para a linha de fundo. Aos 8, Kempes ajeitou para Hyoran, que chutou forte, mas para fora.

Aos 23, Kempes cabeceou depois de cruzamento de Sérgio Manoel da direita, mas por cima do gol. Um minuto depois, Hyoran sofreu falta quando avançava pela esquerda. Cleber Santana cobrou e Michael cabeceou contra o próprio gol. A bola bateu no travessão. A Chapecoense empatou logo em seguida, aos 26, com Lucas Gomes mergulhando para cabecear às redes aproveitando cruzamento da direita de Martinuccio, que acabara de entrar na partida.

O time de Santa Catarina por pouco não virou, aos 28, em cabeçada de Kempes que raspou a trave esquerda de João Ricardo. Aos 36, Juninho dominou na área mas a bola bateu em seu braço esquerdo. O juiz não marcou pênalti e os jogadores da equipe catarinense reclamaram muito.

Aos 41, Kempes teve outra boa chance ao pegar mal na bola cruzada da direita, facilitando defesa de João Ricardo. Cinco minutos depois, já nos acréscimos, Alison tentou cortar cruzamento dentro da área e marcou contra, para infelicidade do time mandante.

As duas equipes voltam a campo no domingo, dia 28. A Chapecoense recebe o Flamengo na Arena Condá, às 16 horas. O América vai a Salvador para enfrentar o Vitória, no Barradão, às 18h30.

FICHA TÉCNICA:

AMÉRICA-MG 1 X 2 CHAPECOENSE

AMÉRICA-MG - João Ricardo, Hélder (Christian Sávio), Alison, Éder Lima, Gilson; Leandro Guerreiro, Juninho, Pablo (Diego Lopes) e Matheusinho (Loboa); Osman e Michael. Técnico: Enderson Moreira.

CHAPECOENSE - Danilo; Gimenez (Sérgio Manoel), Willian Thiego, Filipe Machado e Dener; Gil (Martinuccio), Josimar, Cleber Santana e Hyoran (Tiaguinho); Lucas Gomes e Kempes. Técnico: Caio Júnior.

GOLS - Gilson (pênalti), aos 45 minutos do primeiro tempo. Lucas Gomes, aos 26, Alison (contra), aos 46 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Gimenez e Matheusinho.

ÁRBITRO - Flávio Rodrigues de Souza (SP).

RENDA E PÚBLICO - Não divulgados.

LOCAL - Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).