20°
Máx
14°
Min

Com gol de Marinho, Vitória triunfa e tira o Inter da liderança do Brasileirão

O Vitória desbancou o líder do Campeonato Brasileiro. Neste domingo, o time baiano derrotou o Internacional por 1 a 0, no Barradão, e interrompeu a sequência de quatro triunfos consecutivos do adversário na competição. De quebra, acabou com uma série invicta do time gaúcho que durava 18 jogos.

O resultado levou o Inter para o terceiro lugar, com os mesmos 13 pontos do líder Corinthians e do Grêmio, o segundo colocado, mas pior saldo de gols (6 a 3). O Vitória voltou a vencer na competição após três rodadas, foi a oito pontos e está na zona intermediária da classificação.

As equipes voltam a campo apenas no próximo final de semana para a disputa da sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O Inter recebe o América-MG no sábado, às 16h, no Beira-Rio, e o Vitória visita o Botafogo no domingo, às 11h.

O JOGO - O Vitória abriu o marcador logo aos três minutos de partida graças a uma falha da zaga adversária. Ernando errou o recuo, Kieza aproveitou o vacilo e tentou driblar o goleiro. Danilo Fernandes salvou parcialmente, mas a bola sobrou para Marinho, que mandou para as redes.

O time anfitrião continuou controlando a partida na etapa inicial e teve boa chance para ampliar com Dagoberto. Aos 39 minutos, após cruzamento da direita, o atacante desviou na primeira trave. Danilo Fernandes tocou com a ponta dos dedos e a bola bateu na trave.

O Inter só conseguiu assustar o adversário no final do primeiro tempo, graças a uma bobeira do goleiro Fernando Miguel. Ele saiu do gol e errou o chute. Eduardo Sasha tentou aproveitar o erro, mas errou completamente o chute a gol.

Na segunda etapa, o técnico do Inter, Argel Fucks. tirou o volante Anselmo para a entrada de Jair. O time voltou a demonstrar o estilo das outras partidas, com mais posse de bola, mas também distribuindo muita pancada para evitar o contragolpe adversário. Aos 14 minutos teve boa chance de deixar tudo igual. William recebeu belo passe na área, mas Fernando Miguel fechou bem o ângulo e fez a defesa.

Marinho continuava como principal referência ofensiva do Vitória. Incansável, se movimentava por todos os lados e criou boa oportunidade aos 24. Ele recebeu passe de Kieza na área, ganhou do zagueiro e ficou sem ângulo para o chute. Mesmo assim tentou bater por cobertura visando o ângulo oposto do goleiro, mas a bola saiu para fora.

O Inter passou a encontrar dificuldades para chegar ao gol adversário. Seguia com mais posse de bola, mas faltava o chute a gol. Gustavo Ferrareis tentou de longe, mas isolou. Fechado atrás, o Vitória conseguia ser mais perigoso nos contra-ataques. Aos 37, Leandro Domingues tentou bater colocado, mas o chute saiu fraco.

Nos minutos finais, Argel colocou Alex no lugar de Vitinho. O Inter melhorou e o meio-campista passou a criar as principais chances de gol. Primeiro, arriscou chute de longe e Fernando Miguel evitou o gol com o peito. Na sequência, cobrou falta na área e a bola sobrou livre para Aylon, que bateu para fora.

O Vitória teve a chance para ampliar aos 50. Após mais uma falha da zaga do Inter, Kieza recebeu sozinho dentro da área e bateu na saída de Danilo Fernandes. Paulão evitou com o braço o segundo gol, mas o árbitro encerrou a partida.

FICHA TÉCNICA:

VITÓRIA 1 x 0 INTERNACIONAL

VITÓRIA - Fernando Miguel; Norberto (Maicon Silva), Victor Ramos, Ramon e Euller (Kanu); Amaral, Willian Farias e Flávio; Dagoberto (Leandro Domingues), Kieza e Marinho. Técnico: Vagner Mancini.

INTERNACIONAL - Danilo Fernandes; William, Paulão, Ernando e Artur; Fernando Bob, Anselmo (Jair), Andrigo (Aylon) e Gustavo Ferrareis; Vitinho (Alex) e Eduardo Sasha. Técnico: Argel Fucks.

GOL - Marinho, aos três minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Thiago Duarte Peixoto (SP)

CARTÕES AMARELOS - Willian Farias (Vitória); Paulão, Anselmo, Jair, Gustavo Ferrareis e Artur (Inter)

PÚBLICO - 8.924 pagantes.

RENDA - R$ 127.250,00

LOCAL - Estádio Barradão, em Salvador.