26°
Máx
19°
Min

Com gol no fim, Inglaterra bate País de Gales de virada e lidera grupo

A seleção da Inglaterra sofreu com o talento de Gareth Bale e a retranca adversária, mas conseguiu nesta quinta-feira a sua primeira vitória na edição de 2016 da Eurocopa ao derrotar, de virada, País de Gales por 2 a 1, em Lens, em duelo válido pela segunda rodada do Grupo B.

O banco de reservas acabou fazendo a diferença para a Inglaterra, afinal, dois atacantes que entraram em campo no intervalo - Jamie Vardy e Daniel Sturridge -, quando País de Gales vencia por 1 a 0, marcaram os gols do triunfo da sua equipe, após intensa pressão durante todo o segundo tempo. Assim, deixaram a seleção inglesa perto da classificação às oitavas de final da Eurocopa.

Com esse resultado, a Inglaterra lidera o grupo com quatro pontos, seguida por País de Gales e Eslováquia, ambas empatadas com três. Já a Rússia, em situação complicada, tem apenas um ponto. Na rodada final do Grupo B da Eurocopa, na próxima segunda-feira, País de Gales vai encarar a Rússia em Toulouse. Já a seleção inglesa terá pela frente a Eslováquia em Saint-Étienne.

O JOGO - Roy Hodgson optou por não realizar alterações na formação da Inglaterra para o seu segundo jogo na Eurocopa, mantendo Wayne Rooney atuando mais recuado, como um meia, e preterindo Jamie Vardy, que iniciou o duelo no banco de reservas.

Já País de Gales teve o retorno do goleiro Wayne Hennessey, recuperado de uma lesão nas costas. Além disso, o meia Joe Ledley e o atacante Hal Robson-Kanu, que marcou o gol da vitória contra a Eslováquia, começaram entre os titulares, nos lugares de Jonny Williams e Dave Edwards.

Assim, Robson-Kanu foi o jogador mais avançado da seleção galesa, embora Gareth Bale tenha recebido bastante liberdade para avançar. E foi exatamente o jogador do Real Madrid que abriu o placar da partida, com mais um gol de cobrança de falta, assim como já havia marcado diante da Eslováquia.

Aos 41 minutos, de muito longe, Bale chutou a bola colocada e com muito efeito e acabou contando com a falha de Joe Hart para colocar a sua equipe em vantagem já no final de um primeiro tempo que foi dominado pela seleção inglesa em Lens.

Só que a Inglaterra desperdiçou várias chances. A primeira delas foi logo aos seis minutos de jogo, quando Lallana avançou pelo lado direito do ataque e cruzou para Sterling, que finalizou de primeira, mas para fora. Outra grande oportunidade surgiu aos 25 minutos, dessa vez em jogada de bola parada. Rooney cobrou falta e Cahill cabeceou para a ótima defesa de Hennessey.

Em desvantagem, a Inglaterra voltou para o segundo tempo com duas alterações no seu ataque, com as entradas de Vardy e Sturridge nas vagas de Harry Kane e Sterling. Já a seleção galesa, que pouco atacou na etapa inicial, se fechou ainda mais na defesa, mas resistiu por muito pouco tempo.

Hennessey ainda fez boa intervenção em um chute de Rooney. Logo depois, aos 11 minutos, a Inglaterra empatou o duelo. Em jogada aérea, Williams cortou errado a bola, a deixando limpa para Vardy, que só teve o trabalho de empurrá-la para as redes.

O problema é que, após o gol, a Inglaterra não conseguia criar muitas chances claras de marcar, embora finalizasse muito, mas sem perigo efetivo. Só que parava no ferrolho armado por País de Gales, que até deu um susto em um contra-ataque, aos 35 minutos, com um chute cruzado de Williams.

Assim, a Inglaterra se encaminhava para empatar o seu segundo jogo na Eurocopa. Só que após muito insistir, a equipe chegou ao gol da virada, aos 47 minutos, quando, após troca de passes, Sturridge recebeu passe na grande área e finalizou para as redes. Nos instantes finais, Bale assustou Hart com um cabeceio, mas não foi suficiente para evitar o triunfo da Inglaterra.

FICHA TÉCNICA

INGLATERRA 2 x 1 PAÍS DE GALES

INGLATERRA - Joe Hart; Kyle Walker, Gary Cahill, Chris Smalling e Danny Rose; Eric Dier, Adam Lallana (Marcus Rashford), Wayne Rooney e Dele Alli; Raheem Sterling (Daniel Sturridge) e Harry Kane (Jamie Vardy). Técnico: Roy Hodgson.

PAÍS DE GALES - Wayne Hennessey; Chris Gunter, Ben Davies, Ashley Williams, James Chester e Neil Taylor; Joe Ledley (David Edwards), Joe Allen, Aaron Ramsey e Gareth Bale; Hal Robson-Kanu (Jonathan Williams). Técnico: Chris Coleman.

GOLS - Bale, aos 42 minutos do primeiro tempo; Vardy, aos 11, e Sturridge, aos 47 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Felix Brych (Alemanha).

CARTÃO AMARELO - Ben Davies (País de Gales)

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Stade Bollaert-Delelis, em Lens (França).