24°
Máx
17°
Min

Com gol no início e no fim, Paraná vacila e perde para o Vila Nova

Lúcio Flávio entrou no segundo tempo, mas não conseguiu marcar. (Foto: William Bittar) - Com gol no início e no fim, Paraná vacila e perde para o Vila Nova
Lúcio Flávio entrou no segundo tempo, mas não conseguiu marcar. (Foto: William Bittar)

Tentando uma sequência positiva na Série B, o Paraná Clube recebeu o Vila Nova na noite desta terça-feira (13), na Vila Capanema, em Curitiba. Com duas vitórias nos dois últimos jogos em casa e há três jogos sem derrota, o Tricolor queria conquistar mais três pontos e tentar se aproximar do G4 da competição, mas não conseguiu e foi derrotado por 2 a 1.

Vila sai na frente, mas Alisson empata

O jogo mal começou e o Vila aproveitou uma bobeira da defesa paranista. Logo aos 2 minutos, Moisés aproveitou a troca de passes e marcou para o time goiano. Com o choque, o Paraná acordou.

Aos 9 minutos, Fernando Karanga reclamou de pênalti, mas o juiz mandou o jogo seguir. Dois minutos depois, Nadson cruzou e o atacante cabeceou firme, mas Saulo fez uma boa defesa.

Aos 17 minutos, Diego Tavares tentou encobrir o goleiro do Vila com o joelho, mas a bola foi para fora. Um minuto depois, Moisés fez bela jogada e invadiu a área, mas Marcos salvou o Tricolor.

De tanto insistir, aos 26 minutos, o gol paranista. Após cruzamento de escanteio feito por Nadson, Alisson aproveitou e empatou a partida. 1 a 1.

O Tricolor seguiu na pressão e quase virou. Aos 42 minutos, Nadson chutou da esquerda e a bola explodiu na trave. No lance, Saulo encostou antes de ela bater na trave e ir para a linha de fundo.

Saulo salva o Vila e Fabinho marca

No segundo tempo o Paraná dominou amplamente a partida, mas a primeira chance só apareceu aos 16 minutos. Diego Tavares cruzou da direita, mas Saulo interceptou a jogada antes de Guilherme Queiroz concluir.

Aos 23, Fernando Karanga cruzou e Diego Tavares não chegou na bola. Logo depois, aos 28 minutos, Nadson tocou para o camisa 11 marcar, mas o juiz marcou impedimento no lance.

O Paraná fez uma verdadeira blitz, mas Saulo garantia o empate goiano. Aos 30 o goleiro do Vila salvou a equipe goiana duas vezes seguidas em chance de Nadson e de Diego Tavares no rebote.

Se na defesa, Saulo garantia. Em um único lance na segunda etapa o Vila marcou. Aos 37 minutos, Fabinho cobrou falta com perfeição e colocou o time goiano em vantagem no placar. 2 a 1.

Com o gol tomado, o time paranista se atirou ao ataque para tentar o empate, mas não conseguiu criar chances de gol e acumulou mais uma derrota dentro de casa na competição.