23°
Máx
12°
Min

Com Nadson inspirado, Paraná vence Chapecoense

(Foto: William Ramos/Redação em Campo) - Com Nadson inspirado, Paraná vence Chapecoense
(Foto: William Ramos/Redação em Campo)

O Paraná Clube venceu de virada a Chapecoense na Vila Capanema, com dois gols do meia Nadson, em partida válida pela segunda fase da Copa do Brasil. Com o resultado, o tricolor pode empatar por qualquer resultado que garantirá a classificação para a terceira fase da competição.

O jogo começou movimentado, com boas chances para os dois lados. No entanto, foi a Chape quem abriu o marcador. O meia Hyoran recebeu pela direita e cruzou para o atacante Bruno Rangel, que só precisou dar um carrinho para empurrar a bola para o fundo das redes do goleiro Marcos, abrindo o placar na Vila Capanema.

O jogo deu uma esfriada até que, aos 40 minutos do segundo tempo, o volante Moisés cometeu uma falta no volante Lucas Otávio, na entrada da grande área. O meia Nadson logo se apresentou para a cobrança. Com categoria, o meia tirou da barreira e bateu no canto superior da meta, sem chance de defesa para o goleiro Boeck, empatando o jogo.

Os times voltaram para o segundo tempo com pouca inspiração. No entanto, o time da Chape quase marcou o segundo com Thiego, em uma cobrança de falta, aos 14 minutos. O goleiro Marcos garantiu a defesa. Aos 18, Silvinho mandou uma bomba para o gol e a bola passou muito perto.

No entanto, mesmo com a pressão do time catarinense, o tricolor conseguir a virada em um pênalti. O meia Murilo Rangel recebeu livre dentro da área. No entanto, quando foi finalizar, o lateral-direito Gimenez chegou por trás e cometeu uma dura falta. O juiz logo apontou para a marca da cal e expulsou o lateral da Chape.

Novamente, quem pegou a bola para realizar a cobrança foi o meia Nadson. Confiante, o jogador bateu forte, sem chance de defesa para o goleiro da equipe catarinense. O jogo seguiu com algumas boas chances para a Chapecoense. No entanto, a equipe paranista conseguiu segurar o ímpeto do adversário e garantiu a vitória.

Com o resultado, o Paraná pode empatar por qualquer placara que estará classificado. Se perder por um gol, será eliminado. Já se a Chapecoense devolver o placar desta quarta-feira (11), a decisão vai para os pênaltis. O jogo na próxima quarta-feira (18), às 19h30, na Arena Condá, em Santa Catarina