26°
Máx
19°
Min

Com pior público do Brasileirão, Botafogo empata com Vitória e segue na lanterna

(Foto: Divulgação)  - Com pior público do Brasileirão, Botafogo empata com Vitória e segue na lanterna
(Foto: Divulgação)

O Botafogo só empatou com o Vitória por 1 a 1 neste domingo, no estádio Raulino Oliveira, em Volta Redonda (RJ), pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time alvinegro chega ao quarto jogo sem vencer, soma cinco pontos e se mantém na zona de rebaixamento, na última posição da tabela. O Vitória ficou com nove pontos, na 11.ª colocação.

Os clubes fizeram uma partida disputada e emocionante no Raulino Oliveira, perante 1.203 pagantes. O jogo, que teve renda de menos de R$ 30 mil, tem, por enquanto, o pior público do Brasileirão.

Com apenas um triunfo até então no campeonato, o clube carioca precisava dos três pontos. Por isso, pressionou desde o início. Apesar do ímpeto, tropeçou em suas limitações técnicas e tentou compensar com vontade. No intervalo, o técnico Ricardo Gomes trocou Ribamar por Sassá e foi bem sucedido: o atacante marcou um gol. Em sua estreia, o goleiro Sidão não decepcionou o torcedor e atuou bem quando foi acionado.

A equipe baiana foi a Volta Redonda disposta a administrar o jogo e aproveitar os erros do adversário. Após o gol, não facilitou o trabalho dos botafoguenses e pressionou muito. Ao se abrir ofensivamente, também sofreu com os contra-ataques. A insistência baiana, porém, deu resultado e o time conseguiu arrancar um empate aos 46 minutos do segundo tempo.

As equipes voltam a campo para a próxima rodada do Brasileirão, na quarta-feira. O Vitória enfrenta o São Paulo no estádio do Morumbi, em São Paulo, às 19h30. O Botafogo duela com o América-MG novamente Raulino Oliveira, às 21h.

JOGO - Na lanterna, o Botafogo pressionou desde o início. Apesar do ímpeto alvinegro, o Vitória quase marcou aos 3 minutos. Kieza recebeu bom passe dentro da área de Dagoberto e, mesmo com pouco ângulo, bateu rasteiro cruzado. A bola passou à trave de Sidão. O clube carioca pressionou e teve maior posse de bola, enquanto os baianos se fecharam e esperaram espaços para o contragolpe.

Aos 17, Anderson Aquino recebeu de Airton dentro da área e chutou na direita. Atento, o goleiro Fernando Miguel espalmou e impediu o gol. O Botafogo continuou tentando achar as jogadas, mas atuando muito no meio. Por isso, o jogo ficou truncado, com muitos erros de passe e marcação apertada.

Na volta do intervalo, o técnico Ricardo Gomes trocou Ribamar por Sassá, e o jovem atacante confirmou a fama de talismã. Animado, o time de General Severiano intensificou a pressão. Aos 5, Luis Ricardo fez boa jogada individual, tabelou com Anderson Aquino dentro da área e cruzou. A bola resvalou na defesa e acertou a trave antes de sair para escanteio. Na cobrança, Luis Ricardo desviou a bola no primeiro pau para Sassá, que se esticou e conseguiu completar para o gol vazio.

Com o gol, o Vitória teve que ser mais incisivo no ataque. Aos 11, Diego Renan pegou rebote, chutou e Sidão defendeu. Dois minutos depois, Marinho puxou contra-ataque e encontrou Kieza. O atacante driblou Emerson, bateu e acertou a trave de Sidão.

A partida ficou aberta.Aos 16, o time do Rio subiu com velocidade e Sassá, na entrada da área, bateu e Fernando Miguel defendeu. Aos 23, Diego Renan respondeu com um chute forte e Sidão espalmou, fazendo grande defesa.

Nos minutos finais, o time baiano sufocou e foi premiado pela insistência. Aos 46, Diego Renan cruzou na área, a defesa carioca ficou parada e Victor Ramos apareceu livre na direita para, debaixo da trave, completar para o gol e empatar o jogo. O Botafogo tentou reverter o placar, mas já era tarde demais.

FICHA TÉCNICA:

BOTAFOGO 1 X 1 VITÓRIA

BOTAFOGO - Sidão; Luis Ricardo, Emerson Silva, Renan Fonseca, Diogo Barbosa; Airton (Fernandes), Bruno Silva, Leandrinho (Salgueiro), Gegê; Anderson Aquino e Ribamar (Sassá). Técnico - Ricardo Gomes.

VITÓRIA - Fernando Miguel; Norberto, Victor Ramos, Ramon, Diego Renan; Amaral (Alípio), Willian Farias, Flávio (Tiago Real); Marinho, Kieza e Dagoberto (Vander). Técnico - Vagner Mancini.

GOLS - Sassá, aos 6 minutos do segundo tempo,

CARTÕES AMARELOS - Airton, Anderson Aquino (Botafogo); Marinho (Vitória).

ÁRBITRO - Ricardo Marques Ribeiro (MG).

PÚBLICO - 1.203 pagantes.

RENDA - R$ 28.340.

LOCAL - Raulino Oliveira, em Volta Redonda (RJ).