21°
Máx
17°
Min

Com protesto de torcedores, Palmeiras define time com sete mudanças

O Palmeiras fez nesta quarta-feira o último treino antes de enfrentar o Rio Claro, na quinta, no Pacaembu, pelo Campeonato Paulista. O técnico Cuca comandou uma atividade secreta, aberta aos jornalistas apenas nos últimos minutos, quando a equipe apresentou uma formação bastante modificada, com três volantes, e trabalhou em Atibaia sob o protesto de um grupo de torcedores.

Concentrado em um hotel desde a manhã de terça, o elenco foi surpreendido pela presença de um grupo de torcedores. Eles entraram no local ao se apresentarem como membros da comissão técnica, levaram faixas e gritaram para pedir a reação do time. Logo depois, foram retirados pelos seguranças e deixaram o local.

A equipe vem de quatro derrotas seguidas e apostou em uma preparação diferente para voltar a pontuar. Cuca conversou bastante com os jogadores e finalizou o treino desta quarta-feira com uma formação titular que tem sete alterações em comparação à derrota para o Água Santa, no último domingo, por 4 a 1. As principais são a entrada do volante Jean na lateral-direita e a aposta em Barrios no ataque.

O paraguaio se apresentou somente nesta quarta à equipe depois de integrar a seleção do seu país na partida contra o Brasil, em Assunção. O jogador ainda não chegou a ser titular com Cuca e, na única chance que recebeu, entrou no decorrer da partida contra o Audax. O técnico vinha apostando em Rafael Marques e Alecsandro para compor o setor.

A formação que estava em campo nos minutos finais tinha três volantes e apenas Robinho como armador. Dudu, machucado, não deve ser relacionado, mas o zagueiro Vitor Hugo retorna após ser poupado e deve formar a dupla com Thiago Martins. A provável formação titular terá: Fernando Prass; Jean; Thiago Martins, Vitor Hugo e Egídio; Gabriel, Matheus Sales, Arouca e Robinho; Gabriel Jesus e Barrios.