24°
Máx
17°
Min

Com Robinho titular, Atlético é batido pela URT e perderá a ponta do Mineiro

(Foto: Divulgação/Ivan Storti) - Com Robinho titular, Atlético é batido pela URT e perderá a ponta do Mineiro
(Foto: Divulgação/Ivan Storti)

O Atlético sofreu neste sábado a sua primeira derrota no Campeonato Mineiro. Com um time formado por reservas, mas reforçado por Robinho, Victor e Cazares, o time perdeu por 1 a 0 para a URT, em Patos de Minas, no Estádio Zama Maciel, pela quinta rodada da competição, o que provocará a perda da liderança do torneio neste domingo.

O jogo com a URT foi o primeiro de Robinho como titular do Atlético - na última quarta-feira, ele entrou durante o segundo tempo do duelo com o Independiente del Valle, pela Copa Libertadores. E embora ele tenha se destacado por ter sido bastante participativo, também foi um dos "vilões" da derrota em razão das várias chances de gol desperdiçadas, finalizando para fora ou parando na ótima atuação do goleiro Follmann.

O confronto em Patos de Minas também foi bastante violento e pegado, com dez cartões amarelos, sendo cinco para cada time. E as condições ruins do gramado do Zama Maciel provocaram reclamações dos jogadores atleticanos. Já a URT, que havia arrancado um empate com o Cruzeiro, no Mineirão, na primeira rodada do Estadual, voltou a aprontar neste sábado, conseguindo parar o quarteto ofensivo formado por Dátolo, Hyuri, Robinho e Cazares.

Derrotado, o Atlética permanece com dez pontos no Mineiro, assim como o Cruzeiro, que está em desvantagem nos critérios de desempate, e vai enfrentar o terceiro América, com nove, neste domingo. Assim, qualquer que seja o resultado no tradicional confronto, o Atlético será ultrapassado. Já a URT chegou aos oito pontos, em quinto lugar.

O próximo compromisso do Atlético será pela Copa da Primeira Liga, a Sul-Minas-Rio, diante do América, na próxima quarta-feira, no Independência. O time do técnico Diego Aguirre, porém, já está eliminado desse torneio. Já pelo Mineiro, o time volta a jogar em 6 de março, novamente no Independência, diante do Tombense.

O JOGO - Assim como já havia ocorrido em sua estreia oficial, na última quarta-feira, em duelo com o Independiente del Valle, o equatoriano Cazares voltou a se bastante ativo, tanto que esteve envolvido nas principais chance de gol do Atlético no primeiro tempo e também na etapa final, assim como Robinho, principal contratação do time para 2016.

Foi assim aos 17 minutos, quando participou de uma ótima triangulação com Robinho e Dátolo, que terminou com um cruzamento do argentino, que nenhum jogador conseguiu completar. Depois, aos 27, o equatoriano acionou Dátolo na entrada da grande área. O argentino finalizou com perigo, mas por cima da meta da URT.

Mas a melhor oportunidade de gol do Atlético na etapa inicial envolveu Robinho. Aos 37 minutos, ele recebeu cruzamento de Carlos César, mas se atrapalhou com o quique da bola e chutou por cima.

Logo depois, aos 39, o atacante teve mais uma boa chance, na esquerda da grande área, mas mais uma vez não acertou o gol adversário. E o atacante ainda teve outra oportunidade, aos 45 minutos, só que finalizou em cima do goleiro Follmann. Assim, o primeiro tempo terminou mesmo empatado em 0 a 0.

Na etapa final, Robinho seguiu sendo participativo, com movimentação intensa, mas também perdendo gols. Foi assim, novamente, aos quatro minutos, quando o atacante concluiu de cabeça e para fora um cruzamento de Cazares.

Até então acuado no jogo, a URT teve uma ótima chance em um contra-ataque, aos oito minutos, quando Jonathan Balotelli invadiu a área e chutou forte, parando em uma ótima defesa de Victor. O lance representou uma mudança no cenário da partida, com o time da casa passando a se arriscar mais no ataque, ao contrário do primeiro tempo, quando foi dominado pelo Atlético.

E a URT acabou marcando o seu gol aos 24 minutos. Em cobrança de falta na entrada da grande área, Fábio Chaves bateu rasteiro e contou com o desvio na barreira, em Eduardo, que havia cometido a falta, para impedir a defesa de Victor e deixar a equipe de Patos de Minas em vantagem. Empolgado, o time quase marcou o segundo gol na sequência, após cruzamento em que Balotelli chegou atrasado para finalizar.

Em desvantagem, o Atlético tentou pressionar a URT, mas parou mais uma vez em Follmann, quase sempre em jogadas que contaram com a participação de Robinho. Aos 34 minutos, o goleiro salvou após o atacante receber passe na grande área e finalizar. Depois, aos 38, o goleiro fez mais duas defesas difíceis. A primeira delas foi em chute de Dátolo. Robinho ainda ficou com o rebote, mas Follman voltou a salvar a URT.

Já nos acréscimos, o time da casa quase marcou um golaço com Leomir, que tentou encobrir Victor, mas acertou o travessão. O gol não saiu, mas não diminuiu a euforia dos jogadores da URT, que ao fim do jogo comemoraram a vitória com os torcedores presentes ao Zama Maciel.