22°
Máx
14°
Min

Com segurança reforçada, França vence Rússia em retorno ao Stade de France

Quatro meses depois dos atentados de Paris, a seleção da França voltou nesta terça-feira ao Stade de France, palco de um dos momentos mais tensos vividos pelos franceses em meio aos ataques de novembro. Neste primeiro jogo de futebol no estádio desde os atentados, a equipe da casa venceu a Rússia por 4 a 2, em amistoso de preparação para a Eurocopa, que será disputada na própria França entre 10 de junho e 10 de julho.

O Stade de France ficou marcado nos ataques porque as TVs captaram ao vivo o som de bombas que explodiram nos arredores enquanto franceses e alemães disputavam um amistoso no gramado. Nas tribunas estava o presidente francês François Hollande, o que só aumentou a tensão quando o público presente nas arquibancadas foi informado sobre os ataques que aconteciam em diferentes pontos da capital francesa.

Ao fim daquele jogo, a torcida invadiu o gramado em busca de segurança, temendo os ataques que aconteciam do lado de fora do estádio. Hollande deixara o Stade de France sob escolta antes mesmo do fim da partida. Os ataques do dia 13 de novembro causaram a morte de 130 pessoas.

Ainda sob o temor de novos ataques, desta vez causado pelo impacto dos atentados em Bruxelas na semana passada, as autoridades francesas reforçaram a segurança para o amistoso desta terça. Segundo o ministro do Interior, Bernard Cazeneuve, 575 policiais e 1200 seguranças privados foram convocados para garantir a proteção das seleções e da torcida.

Foi uma prévia do que a França fará nos jogos da Eurocopa. Mais cedo, nesta terça, Hollande anunciara que as empresas de segurança privada contrataram 3.000 pessoas a mais do que estavam inicialmente previstas para a próxima edição da competições europeia.

Presente novamente no estádio, o presidente francês assistiu das tribunas as homenagens às vítimas dos ataques em Bruxelas e as lembranças dos atentados de Paris. E também viu a superioridade de sua seleção neste retorno "para casa".

A França abriu o placar logo aos nove minutos, com gol de Ngolo Kante, após jogada de Pogba. O segundo veio aos 37, em "peixinho" de Andre-Pierre Gignac depois de cobrança de falta na área.

No segundo tempo, Alexander Kokorin descontou para os russos aos 10 minutos. Mas a tentativa de reação foi logo abafada pelos anfitriões. Aos 23, Payet encheu o pé em cobrança de falta e viu a bola acertar a trave antes de estufar as redes.

Na sequência, a equipe russa marcou mais um, com Yuri Zhirkov. No entanto, Kingsley Coman tratou de garantir a vitória dos anfitriões aos 30 minutos.