22°
Máx
17°
Min

Com sete integrantes na Chape, Cianorte está em luto e suspende atividades

O Cianorte Futebol Clube está transtornado com a notícia do desastre aéreo ocorrido com a Chapecoense na Colômbia. A relação entre os times era muito forte, já que três jogadores estavam emprestados para a equipe catarinense e outros três haviam defendido o Leão do Vale do Ivaí, assim como o técnico Caio Junior.

Muito abalado, o gerente de futebol Adir Kist informou que as atividades do Cianorte foram canceladas nesta terça-feira (29). “A gente fez uma oração e suspendemos os trabalhos. Vamos ver o que fazer, está todo mundo em choque”, declarou.

Três dos jogadores da Chapecoense eram emprestados do Cianorte e estão entre os falecidos no acidente: o lateral Gimenez, o zagueiro Marcelo e o atacante Canela, que inclusive voltaria no próximo ano para a disputa do Paranaense de Futebol.

Já o goleiro Danilo, o atacante Thiaguinho e o zagueiro Neto passaram pelo Leão do Vale do Ivaí, que foi comandado por Caio Junior, inclusive na histórica vitória sobre o Corinthians em 2005, pela Copa do Brasil.

“Nossa relação com a Chapecoense é muito forte. Eu conheço as famílias desses atletas, suas particularidades, trabalhei com todos eles. Eu particularmente estou muito triste”, disse Adir  Kist.

Vídeo de Célia Martinez e Ana Paula Candelório da Rede Massa