27°
Máx
13°
Min

Com show de Cícero e Scarpa, Fluminense arrasa a Ponte Preta em casa

Com dois gols de Cícero e três assistências de Gustavo Scarpa, o Fluminense lavou a alma no Brasileirão na vitória diante da Ponte Preta por 3 a 0, na manhã deste domingo, no Estádio Giulite Coutinho, em Mesquita, pela 17.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O clube campineiro perdeu outra oportunidade de encostar de vez na briga pelo G4, e os donos da casa respiraram.

Com o resultado, o Fluminense se distanciou de vez da zona de rebaixamento, ficando no meio da tabela de classificação com 24 pontos, mesma pontuação da Ponte Preta, que leva a melhor no número de vitórias, sete a seis.

Com um gol de Cícero, em posição duvidosa, o Fluminense saiu do primeiro tempo com a vitória parcial por 1 a 0, mas foi a Ponte Preta que teve as melhores oportunidades e um certo domínio durante os 45 minutos. Na melhor delas, Rhayner fez boa jogada e lançou para Roger. O atacante se esticou todo, de frente para o gol, mas mandou pela linha de fundo.

O Fluminense teve apenas uma chance e acabou aproveitado. Aos 19 minutos, Scarpa, em cobrança de falta, mandou a bola para área. Cícero desviou e balançou as redes. Após o gol, o clube carioca sentiu a forte marcação da Ponte Preta e acabou truncando o jogo, principalmente no meio de campo.

A Ponte Preta cresceu nos minutos finais, porém, não conseguiu invadir a área carioca. Rhayner passou pela defesa e arriscou de longe. A bola passou por cima do gol de Diego Cavalieri.

No segundo tempo, o Fluminense voltou melhor e aproveitou a brecha na marcação da Ponte Preta para ampliar, repetindo a dobradinha do primeiro gol. Aos nove minutos, Gustavo Scarpa avançou pelo lado esquerdo do ataque e cruzou para Cícero, que testou firme para o gol.

O time campineiro sentiu o golpe e acabou dando espaço para o Fluminense contra-golpear. E saiu dos pés de Scarpa o terceiro gol. Aos 25 minutos, o meia, sem querer, tocou para Wellington. O atacante deu apenas um leve toque, encobrindo o goleiro João Carlos para dar números finais ao confronto.

Na próxima rodada, a Ponte Preta enfrenta o Botafogo na quinta-feira, às 19h15, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. O Fluminense teve o jogo diante do Figueirense adiado para o dia 3 de setembro, às 16h, no mesmo Giulite Coutinho, na cidade de Mesquita. Por isso, enfrenta no domingo o Inter, no Beira-Rio.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 3 X 0 PONTE PRETA

FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Wellington Silva, Gum, Henrique e William Matheus; Douglas (Edson), Cícero, Gustavo Scarpa e Marcos Júnior; Samuel (Wellington) e Henrique Ceifador (Danilinho). Técnico: Levir Culpi.

PONTE PRETA - João Carlos; Nino Paraíba, Douglas Grolli, Fábio Ferreira e Breno Lopes; João Vitor, Maycon, Wendel (Thiago Galhardo), Rhayner (Giva) e Clayson; Roger (William Pottker). Técnico: Eduardo Baptista.

GOLS - Cícero, aos 19 minutos do primeiro tempo. Cícero, aos nove, e Wellington, aos 25 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Igor Junio Benevenuto (MG).

CARTÕES AMARELOS - Cícero, Gum, Danilinho, Edson e Gustavo Scarpa (Fluminense); Douglas Grolli, Fábio Ferreira, João Vitor, Clayson e Wendel (Ponte Preta).

RENDA - R$ 242.310,00.

PÚBLICO - 8.198 pagantes (9.574 total).

LOCAL Estádio Giulite Coutinho, em Mesquita (RJ).