28°
Máx
17°
Min

Com show de Ronaldo e Quaresma, Portugal goleia no último teste antes da Eurocopa

A seleção portuguesa deixou sua torcida otimista no último teste antes do início da Eurocopa. Diante de um Estádio da Luz lotado, com mais de 52 mil pessoas, o país goleou a Estônia por 7 a 0 nesta quarta-feira, com dois gols de Cristiano Ronaldo e um verdadeiro show de Quaresma, que também marcou dois e participou de outros três.

Se o adversário não era dos melhores, Portugal soube se aproveitar para atropelar e ir embalado para a estreia na Eurocopa. A equipe está no Grupo F, ao lado de Áustria, Hungria e Islândia, sua primeira adversária, terça-feira que vem, em Saint-Étienne.

Apesar da goleada, Portugal demorou para embalar nesta quarta e só abriu o placar aos 35 minutos. Cristiano Ronaldo havia acabado de perder grande chance, quando parou no goleiro Londak, mas não perdoaria novamente. Quaresma foi à linha de fundo pela esquerda e deu lindo cruzamento de trivela, na cabeça do astro, que mergulhou para finalizar no ângulo.

Quaresma era o dono do show na primeira etapa e marcaria um golaço aos 38, com a mesma categoria da assistência dada minutos antes. Novamente pelo lado esquerdo, ele recebeu dentro da área. Desta vez, deu um tapa por baixo da bola, cheio de efeito, fazendo ela encobrir o goleiro e morrer na rede.

Ainda houve tempo para Cristiano Ronaldo marcar o terceiro no primeiro tempo antes de ser substituído no intervalo. O astro do Real Madrid tabelou com João Mário pela direita, recebeu de volta na área e bateu mascado, mas deu sorte, pois a finalização encobriu o goleiro.

Mesmo sem seu principal jogador, Portugal cresceu e marcou mais um logo aos nove minutos do segundo tempo, com outra assistência de Quaresma, que cobrou escanteio na medida para Danilo Pereira marcar. Aos 15, Quaresma foi à linha de fundo pela direita e cruzou. Londak saiu de soco, a bola tocou em Mets e voltou para o próprio gol.

A atuação de Quaresma era um show, que quase ganhou contornos ainda mais espetaculares quando ele quase marcou um gol de letra da entrada da área. Mas aos 31 minutos, o meia do Besiktas recebeu pela direita de Renato Sanches e bateu cruzado para ampliar. Ainda houve tempo, no fim, para Eder fazer o sétimo e selar o resultado.