22°
Máx
14°
Min

Com susto, Corinthians bate Santa Cruz e vence a primeira com Cristóvão

Corinthians bate Santa Cruz e vence a primeira com Cristóvão

O que era para ser uma tranquila vitória do Corinthians no primeiro jogo do técnico Cristóvão Borges no Itaquerão se transformou em um apertado 2 a 1, neste sábado, sobre o Santa Cruz. Apesar do erro infantil de Cássio no início do segundo tempo, o Corinthians conseguiu segurar a vantagem até o final e chegou aos 19 pontos, voltando ao G4 do Campeonato Brasileiro com o triunfo na 11ª rodada.

O começo do jogo passou ao torcedor do Corinthians a falsa impressão de que a vitória viria sem sustos. Com a marcação pressão, a equipe não dava espaço para o Santa Cruz. O time pernambucano até que tentava impor alguma dificuldade e jogava com três atacantes. O problema, no entanto, estava na defesa. O Santa Cruz deu muito espaço para o Corinthians e, por isso, acabou acuado no seu campo de defesa.

O gol só não saiu logo nos primeiros minutos por causa dos sucessivos erros de finalização do Corinthians. Romero, Marquinhos Gabriel, Rodriguinho e Giovanni Augusto desperdiçaram chances claras e até que Luciano fizesse o primeiro gol do jogo aos 25 minutos.

Após bom cruzamento de Uendel, o atacante dominou a bola sozinho no meio da área e bateu com tranquilidade para o fundo da rede. Foi o primeiro gol de Luciano desde agosto do ano passado, quando ele sofreu grave lesão no joelho direito que o deixou seis meses fora de combate. Na comemoração, o atacante se ajoelhou no gramado e caiu no choro.

Sem precisar fazer muita força, o Corinthians não demorou para fazer o segundo gol. O time manteve a postura ofensiva e logo veio a chance de ampliar o placar. Aos 36, após boa trama no ataque, Uendel tocou para Luciano, que cruzou para o meio da área. Bem posicionado, Romero dividiu a bola com Allan e fez o segundo gol.

O Corinthians voltou para o segundo tempo com o freio de mão puxado e pagou caro por isso. Sem a mesma força ofensiva e desatento na defesa, o time permitiu que o Santa Cruz equilibrasse a partida, sobretudo depois do vacilo de Cássio aos sete minutos.

Balbuena recuou para o goleiro na pequena área, mas ele errou o domínio e perdeu a bola para Arthur, que tocou para Grafite só empurrar para o gol vazio. O lance mudou o panorama da partida. O Santa Cruz ganhou moral e aumentou a presença no ataque. A todo instante, a equipe rondava a área da Cássio.

O Corinthians chegou a criar pelo menos três boas oportunidades de fazer o terceiro gol e "matar" o jogo, mas, assim como no início da partida, errou demais nas finalizações e só teve sossego com o apito final.

Com o triunfo, o Corinthians chegou aos 19 pontos e subiu para o terceiro lugar. Agora vai torcer neste domingo pelo tropeço de outros times para seguir no G4. Depois, na próxima quarta-feira, vai visitar o América Mineiro, no Independência.

O Santa Cruz, com 11 pontos, está em 16º lugar, mas pode entrar na zona de rebaixamento na sequência da rodada. O time volta a jogar na quinta, quando receberá a Ponte Preta no Arruda.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 2 x 1 SANTA CRUZ

CORINTHIANS - Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique, Rodriguinho (Willians), Marquinhos Gabriel, Giovanni Augusto (Lucca) e Romero (Guilherme); Luciano. Técnico: Cristóvão Borges.

SANTA CRUZ - Tiago Cardoso; Vítor (Mário Sérgio), Neris, Danny Morais e Allan; Uillian Correia, João Paulo (Lelê) e Daniel Costa (Wallyson); Arthur, Grafite e Keno. Técnico: Milton Mendes

GOLS - Luciano, aos 25, Romero, aos 36 minutos do primeiro tempo; Grafite, aos sete minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Wagner Nascimento Magalhães (RJ)

CARTÕES AMARELOS - Uendel, Romero, Luciano e Lelê.

RENDA - R$ 1.384.144,00.

PÚBLICO - 25.501 pagantes.

LOCAL - Itaquerão, em São Paulo (SP).