28°
Máx
17°
Min

Corinthians bate o Sport fora de casa e embala no Brasileirão

(Foto: Divulgação/Sport) - Corinthians bate o Sport fora de casa e embala no Brasileirão
(Foto: Divulgação/Sport)

O Corinthians parece ter encontrado o rumo neste Campeonato Brasileiro. Neste domingo de manhã, contra o Sport, no Recife, a equipe venceu a segunda partida seguida e fez a torcida retomar a confiança. Nas arquibancadas da Ilha do Retiro, a Fiel chegou a cantar "o campeão voltou" após o belo gol de Marquinhos Gabriel que selou a vitória por 2 a 0.

Após as eliminações no Campeonato Paulista e na Libertadores e dois jogos sem vitória no Brasileiro (um empate e uma derrota), Tite resolveu mexer na equipe. E tem dado certo. Esse "novo" Corinthians - fez cinco gols e não sofreu nenhum - na última quinta-feira já havia derrotado a Ponte Preta por 3 a 0 no Itaquerão.

Para embalar de vez no Brasileiro, o time, que tem sete pontos na tabela terá agora dois jogos seguidos em casa. Na quarta-feira, recebe o Santos e no sábado pega o Coritiba. Já o Sport começa a competição em baixa e tem apenas um ponto até o momento. Na quarta, fará o clássico com o Santa Cruz no Arruda

A principal virtude das mudanças feitas por Tite é que o Corinthians passou a ser uma equipe mais forte ofensivamente sem perder a solidez defensiva. Neste domingo, por exemplo, o Sport até começou melhor e acertou uma bola na trave aos oito minutos com Edmílson, mas logo o Corinthians acertou a defesa e passou a bloquear as investidas do adversário.

O problema maior é que o Corinthians demorou para engrenar no ataque. A marcação avançada dos jogadores de meio-campo do Sport dificultava a criação das jogadas. Sem espaço, o time errava muitos passes e não conseguia se aproximar da área do adversário. Somente depois dos 25 minutos é que se acertou em campo e passou a jogar melhor.

Aos 27, Marquinhos Gabriel recebeu ótimo passe de Guilherme, mas chutou sem força e facilitou a defesa de Magrão.

No intervalo, Tite mudou o posicionamento da equipe. Giovanni Augusto foi jogar na direita e Marquinhos Gabriel pela esquerda. Com a mudança, o time passou a aproveitar mais as chances de contra-ataque oferecidas pelo Sport. Mais à vontade, Guilherme também subiu de produção.

Faltava, no entanto, melhor qualidade no acabamento das jogadas. Ou o time falhava no último passe ou na finalização, como aos sete minutos, quando Marquinhos Gabriel, novamente de frente para o gol, não conseguiu vencer Magrão.

Na tentativa de mudar esse panorama, Tite trocou Luciano por Lucca, aos 16 minutos. O Corinthians deixou de jogar com um centroavante para apostar nas jogadas em velocidade. A estratégia funcionou.

Oito minutos depois da substituição, Giovanni Augusto avançou sozinho pela direita e cruzou para Lucca, que veio de fora da área em velocidade, pegou a defesa do Sport desprevenida e cabeceou sem chances para o goleiro.

O melhor, porém, ainda estava por vir. Aos 33, Guilherme tocou pelo alto, para Marquinhos Gabriel, que soltou a bomba de primeira. Um golaço para coroar este nova fase da equipe.

FICHA TÉCNICA:

SPORT 0 X 2 CORINTHIANS

SPORT - Magrão; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Renê (Wallace); Rithely, Serginho, Gabriel Xavier (Túlio de Melo), Everton Felipe e Diego Souza; Edmílson. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

CORINTHIANS - Walter; Fagner, Felipe, Vilson e Uendel; Cristian; Bruno Henrique, Marquinhos Gabriel, Guilherme e Giovanni Augusto (Marlone); Luciano (Lucca). Técnico: Tite.

GOLS - Lucca, aos 24, e Marquinhos Gabriel, aos 33 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Wagner Reway (MT).

CARTÕES AMARELOS - Rithely, Guilherme, Renê.

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Ilha do Retiro, no Recife (PE).