22°
Máx
14°
Min

Corinthians confirma saída de três jogadores e chegada de reforços

Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians - Corinthians confirma saída de três jogadores e chegada de reforços
Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

O presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, confirmou nesta terça-feira que o clube negociou três jogadores com o futebol europeu. Bruno Henrique vai defender o Palermo(Itália), Luciano, o Leganés (Espanha), e André, o Sporting (Portugal). Segundo o dirigente, nos três casos, prevaleceu a vontade dos atletas, que receberam ofertas e optaram por serem negociados.

"O Luciano foi emprestado até dezembro de 2017. O André já está em Portugal acertando bases salariais, ainda não assinou, mas deve ficar em definitivo", disse o Roberto de Andrade, que explicou porque não houve a renovação de contrato com Bruno Henrique. "Ele nunca quis renovar. Tem familiar que mora na Itália, tem passaporte italiano. É uma vontade pessoal dele."

André, contratado no início desta temporada, jamais emplacou no time e passou a ser muito criticado pela torcida. Luciano não conseguiu repetir neste ano as atuações que teve em 2015, até se machucar e precisar operar o joelho. Os dois procuraram deixar o Corinthians. Já Bruno Henrique, como confirmou o presidente, preferiu não renovar seu contrato para jogar no futebol europeu.

Roberto de Andrade negou que o clube tenha facilitado a saída dos três atletas para economizar e enxugar a folha salarial do clube. "Essas vendas não foram para isso. Foi por vontade dos atletas", disse o presidente do clube, que defendeu sua gestão. "Não estou aqui para acabar com o time do Corinthians. Todo o dinheiro arrecadado será reinvestido. O futebol é nosso carro chefe."

REFORÇOS - Roberto de Andrade admitiu que está negociando com dois jogadores para reforçar a equipe paulista. São eles o atacante Gustavo, do Criciúma, e o volante Jean, do Paraná. "Está bem adiantado com o Criciúma e acredito que podemos ter um acerto nos próximos dias. O Jean é uma possibilidade", declarou o dirigente.