21°
Máx
17°
Min

Corinthians perde do Botafogo no Rio e chega a 5 jogos sem vencer no Brasileirão

Corinthians perde do Botafogo no Rio e chega a 5 jogos sem vencer

O G4 até pode virar G5, mas mesmo assim será difícil que o Corinthians consiga uma vaga na Copa Libertadores de 2017 via Campeonato Brasileiro. A derrota para o Botafogo por 2 a 0, neste sábado, no estádio Luso Brasileiro, no Rio, só reforçou o péssimo momento do time, ainda que tenha vencido o Cruzeiro pela Copa do Brasil no meio de semana.

No Nacional, já são cinco rodadas sem vitória: quatro derrotas e um empate. Não há quem se sustente na ponta da tabela de classificação com um desempenho como esse. Se antes o time sonhava com G4, hoje ocupa um lugar bem distante disso.

A escolha da diretoria pelo interino Fábio Carille, na prática, não surtiu efeito. As atuação ruins da equipe têm sido uma repetição da curta era Cristóvão Borges. Seria diferente se Tite, agora na seleção brasileira, ainda estivesse no banco de reservas?

Não há equipe que suporte dois desmanches no mesmo ano. O que restou ao Corinthians é um elenco limitado tecnicamente e sem poder de fogo algum. Até pênalti é desperdiçado. Talvez com Tite o time estivesse um pouco acima da tabela de classificação porque a defesa, seguramente, estaria mais arrumada.

O que se viu no Rio foi mais uma sucessão de equívocos do setor defensivo. Ora Yago, ora Balbuena, uma dupla de zaga que não encaixou. Um vacilo de Fagner custou um gol. Foi assim que o Botafogo fez 2 a 0 só no primeiro tempo.

O Corinthians pode reclamar que houve erro de arbitragem no primeiro gol do Botafogo. Vinicius Tanque estava impedido, mas o árbitro potiguar Caio Max Augusto Vieira entendeu que Yago errou um chute e tocou para trás. Neilton fez o gol irregular. Porém, minutos antes do gol, a arbitragem havia anotado impedimento em lance normal, prejudicando o time carioca.

O Botafogo fez 2 a 0 graças a um erro de Fagner, que tentou tirar uma bola de calcanhar e deu um passe para Diogo Barbosa marcar um belo gol, ainda no primeiro tempo, aos 38 minutos.

Fábio Carille voltou para o segundo tempo com Lucca no lugar de Marciel. A mudança teve efeito zero. Marquinhos Gabriel ainda desperdiçou um pênalti, aos 9 minutos, dificultando uma reação no jogo. Sobrou ao Corinthians focar no mata-mata da Copa do Brasil - o jogo da volta será no próximo dia 19, em Belo Horizonte. No Itaquerão, o time alvinegro venceu por 2 a 1. A outra solução é já pensar em 2017.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 2 x 0 CORINTHIANS

BOTAFOGO - Sidão; Alemão, Carli, Emerson Santos e Victor Luis; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, Diogo Barbosa (Rodrigo Pimpão) e Camilo; Neilton (Dudu Cearense) e Vinícius Tanque (Luis Henrique). Técnico: Jair Ventura.

CORINTHIANS - Walter; Fagner, Yago, Balbuena e Guilherme Arana; Willians, Marciel (Lucca), Camacho,

Marlone e Marquinhos Gabriel (Rildo); Romero (Gustavo). Técnico: Fábio Carille (interino).

GOLS - Neilton, aos 23, e Diogo Barbosa, aos 38 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Carli, Victor Luis, Bruno Silva e Dudu Cearense (Botafogo); Fagner, Romero, Lucca e Marquinhos Gabriel (Corinthians).

ÁRBITRO - Caio Max Augusto Vieira (RN).

RENDA - R$ 245.440,00.

PÚBLICO - 8.375 pagantes.

LOCAL - Estádio Luso Brasileiro, no Rio de Janeiro (RJ).