22°
Máx
14°
Min

Coutinho dá assistências, atacante ganha beijo na boca e Liverpool faz 6 a 0

O Liverpool aplicou neste domingo a maior goleada da história do confronto com o Aston Villa ao fazer 6 a 0 justamente na casa do adversário, lanterna do Campeonato Inglês, em partida válida pela 26.ª rodada do torneio. Bastante aplaudido pela torcida, o brasileiro Philippe Coutinho deu duas assistências em um jogo que também ficou marcado por um beijo na boca de um torcedor no atacante Divock Origi, autor do quarto gol.

Antes da partida, o placar mais elástico do duelo havia acontecido em 1953, quando o Liverpool saiu vitorioso por 6 a 1, mas jogando em casa. Como visitante, o 4 a 1 aplicado em 1925 era a maior goleada.

Com o triunfo, o Liverpool foi a 38 pontos, na oitava posição, ainda muito longe da briga pelas primeiras colocações. O Aston Villa, por sua vez, segue em situação complicada, pois é o lanterna com 16 pontos, oito a menos que o Norwich, último time antes da zona da degola.

O passeio do Liverpool teve início aos 15 minutos do primeiro tempo. Pelo lado esquerdo, Philippe Coutinho cruzou na medida para Sturridge cabecear fácil e abrir o marcador no Villa Park. Aos 25, Milner cobrou falta e fez 2 a 0.

Já na segunda etapa, aos 13, Emre Can roubou a bola, tabelou com o brasileiro Roberto Firmino e marcou o terceiro. Cinco minutos mais tarde, Philippe Coutinho deu passe para Origi fazer o quarto. Na comemoração, o atacante que havia acabado de entrar no lugar de Sturridge foi em direção à torcida na beira do campo e acabou levando um beijo na boca de um torcedor mais exaltado.

Em uma blitz arrasadora, o Liverpool fez mais dois e fechou o caixão do Aston Villa. Aos 20, Clyne precisou finalizar duas vezes para balançar as redes no rebote e, aos 26, Kolo Toure apareceu em cobrança de escanteio para escorar para o fundo do gol.

Na sequência da semana, o Liverpool enfrenta o Augsburg na próxima quinta-feira pelo jogo de ida da segunda fase da Liga Europa. Já o Aston Villa só volta a campo no dia 27 deste mês, contra o Stoke City, pois o próximo final de semana terá jogos da Copa da Inglaterra e o time não está na disputa.