22°
Máx
17°
Min

Coutinho marca e Liverpool elimina Manchester United com empate na Liga Europa

Após Roberto Firmino brilhar no jogo de ida entre Liverpool e Manchester United, Philippe Coutinho assumiu a liderança da equipe nesta quinta-feira no empate por 1 a 1 que eliminou o rival da Liga Europa. O meia-atacante brasileiro marcou um golaço que decretou a classificação do Liverpool às quartas de final, em duelo disputado no Old Trafford, sob os olhares de Wayne Rooney e Alex Ferguson nas tribunas.

O importante gol saiu nos instantes finais do primeiro tempo, quando o Manchester vencia por 1 a 0, com gol de pênalti de Martial. O gol praticamente decidiu o duelo porque o Liverpool vencera o jogo de ida por 2 a 0. Assim, o Manchester precisaria marcar três gols para seguir na competição.

Após eliminar o rival, o Liverpool vai aguardar o sorteio desta sexta-feira para conhecer seu adversário na próxima fase da Liga Europa. Ainda nesta quinta se classificaram: Athletic Bilbao, Villarreal, Sparta Praga, Borussia Dortmund, Shakhtar Donetsk, Braga e o Sevilla, atual bicampeão da competição continental.

O JOGO - Preocupado com a desvantagem no confronto, o Manchester United começou o jogo no ataque, mas a primeira grande chance de gol surgiu aos 18 minutos. Lingard, sem marcação quase dentro da pequena área, cabeceou com perigo e Mignolet fez sua primeira boa intervenção na partida.

Poucos segundos depois, Mata também teve sua chance, após rebote da defesa. Mesmo pegando mal na bola, mandou rente à trave esquerda de Mignolet. Então tímido no jogo, Martial passou a assustar a defesa visitante aos 21, na primeira de uma sequência de lances perigosos ao longo de toda a partida. No melhor deles, ele avançava na área até ser parado por Clyne: pênalti. Ele mesmo foi para a cobrança e abriu o placar, aos 30 minutos.

Antes disso, o Liverpool só havia ameaçado com Philippe Coutinho em chute rasteiro dentro da área. De Gea fez linda defesa, aos 27. Mas, depois do gol, os visitantes definitivamente entraram na partida.

A reação teve início com cobrança de falta de Sturridge. Aos 34, ele carimbou o travessão, assustando De Gea. Em seguida, Henderson desperdiçou outra oportunidade. E, antes do intervalo, Coutinho empatou o jogo com um golaço. Ele disparou pela esquerda, entrou na área e, quase na linha de fundo, venceu o goleiro De Gea com uma linda cavadinha.

O gol de empate foi um balde de água fria na torcida do Manchester. Agora o time da casa precisaria marcar três gols para avançar na competição - se marcasse apenas dois, o Liverpool ainda teria vantagem, por marcar gol fora. Para tanto, o técnico Louis Van Gaal apostou em Martial e na entrada de Valência para jogar no lugar de Varela. Na metade da etapa, colocou Schweinsteiger em campo.

E coube ao primeiro movimentar a defesa do Liverpool. Todas as jogadas ofensivas do Manchester passavam pelos pés do atacante francês. Numa das melhores chances, ele tabelou com Lingard e bateu forte, mandando perto do gol, aos 17.

O Liverpool, porém, continuava atento no ataque. Foram duas grandes chances para sacramentar a classificação, ambas com Coutinho. Aos 29, ele recebeu passe de calcanhar mas finalizou fraco e favoreceu a defesa de De Gea. Cinco minutos depois, bateu falta com perigo, por cima do travessão. Nos instantes finais, o goleiro do Manchester ainda precisou fazer duas boas defesas para garantir ao menos o empate.