22°
Máx
17°
Min

Cruzeiro derrota lanterna América-MG e se afasta da zona de rebaixamento

(Foto: Divulgação/Estadão)  - Cruzeiro derrota América-MG e se afasta da zona de rebaixamento
(Foto: Divulgação/Estadão)

Em clássico mineiro pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro venceu o lanterna América-MG por 2 a 0, em partida disputada no Estádio Independência, em Belo Horizonte. O resultado afundou ainda mais o América e afastou o Cruzeiro da zona de rebaixamento da tabela.

O time comandado pelo técnico Mano Menezes está agora na 12ª posição, com 29 pontos. Já o América segue na lanterna, com apenas 13, cada vez mais perto da Série B. Os gols foram marcados por Arrascaeta e Ábila, em noite "gringa" no Independência.

O Cruzeiro por pouco não abriu o placar aos 10 minutos de jogo. Ariel Cabral recebeu na entrada da área, girou e bateu para fora. A equipe visitante tentou novamente aos 12 minutos, com Bruno Rodrigo cabeceando por cima do gol depois de escanteio cobrado por Robinho. Diego Lopes, aos 14, cobrou lateral para dentro da área, em nova investida do Cruzeiro. A bola sobrou para Pablo, que chutou à esquerda de João Ricardo.

Com tanta pressão, o time visitante acabou marcando aos 20 minutos com Arrascaeta. Diego Lopes perdeu dividida para Ábila no meio-campo. O jogador passou para o uruguaio que se livrou da zaga e marcou. Depois do gol, o Cruzeiro não conseguiu mais chegar à meta adversária. O América, por sua vez, já encontrava dificuldades na tentativa de armar jogadas de ataque desde o início da partida.

No retorno do intervalo, logo no primeiro minuto, Jonas cobrou falta com perigo contra o gol de Rafael. A bola saiu pela linha de fundo. Quieta desde o gol, a torcida do Cruzeiro se agitou aos 13 minutos com o cruzamento de Arrascaeta para chute de primeira de Ábila. A bola, porém, passou por cima do gol rival. Um minuto depois, Arrascaeta recebeu de Robinho, passou por João Ricardo e tocou para o gol. Alison tirou praticamente em cima da linha.

O Cruzeiro ampliou aos 24 minutos, com o argentino Ábila. Ele recebeu passe de Alisson, da esquerda, e, sem marcação, tocou para as redes. Depois do segundo gol do Cruzeiro houve confusão na torcida do América, com intervenção da Polícia Militar.

Aos 30, Nixon, livre, desperdiçou chance de gol dentro da área depois de cruzamento da esquerda. O América chegou com perigo aos 40, com Jonas pela direita. O jogador cruzou mas ninguém conseguiu desviar para o gol cruzeirense, na última investida dos anfitriões no ataque.

O Cruzeiro tem agora dois pontos a mais que o Figueirense, o primeiro time dentro da zona de rebaixamento. Cruzeiro e América voltam a campo no domingo. O primeiro joga contra o Botafogo, no Mineirão, às 16h. Já o América vai para Campinas para encarar a Ponte Preta no Moisés Lucarelli às 18h30.

FICHA TÉCNICA:

AMÉRICA-MG 0 x 2 CRUZEIRO

AMÉRICA-MG - João Ricardo; Jonas, Alison, Sueliton e Danilo; Claudinei (Sávio), Juninho, Pablo e Diego Lopes (Ernandes); Osman e Michael (Nixon). Técnico: Enderson Moreira.

CRUZEIRO - Rafael; Lucas, Manoel (Leo), Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique, Ariel Cabral (Lucas Romero) e Robinho (Alisson); Arrascaeta; Rafinha e Ramón Ábila. Técnico: Mano Menezes.

GOLS - Arrascaeta, aos 20 minutos do primeiro tempo. Ábila, aos 24 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Ábila, Bruno Rodrigo, Jonas.

ÁRBITRO - Igor Junio Benevenuto (MG).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).