22°
Máx
14°
Min

Cruzeiro vence Figueirense fora de casa e deixa a zona de rebaixamento

(Foto: Site Oficial Cruzeiro) - Cruzeiro vence Figueirense fora de casa e deixa a zona de rebaixamento
(Foto: Site Oficial Cruzeiro)

O Figueirense perdeu a primeira no estádio Orlando Scarpelli nesta edição do Campeonato Brasileiro. Na noite deste domingo, o Cruzeiro venceu os catarinenses por 2 a 1, com gols de Henrique e Ábila e escapou, ainda que provisoriamente, da temida zona de rebaixamento. Ferrugem descontou para os donos da casa.

Com a vitória, a equipe mineira saltou duas posições, e ocupa temporariamente a 16ª colocação, com 23 pontos. O Cruzeiro poderá voltar à zona da degola se o Vitória vencer ou empatar com o Corinthians, no complemento da rodada, nesta segunda-feira, no Itaquerão. Já o Figueirense afundou para a 18ª posição, com 21 pontos.

Tentando se reerguer no campeonato, sob o comando do técnico Mano Menezes, o time visitante abriu o placar em jogada despretensiosa logo aos 3 minutos de jogo. Robinho cobrou falta quase no meio-campo, Manoel desviou de cabeça e Henrique se esticou para tocar para as redes.

A resposta dos donos da casa viria aos 12 minutos, em falta pelo lado esquerdo. Dodô cobrou na cabeça de Rafael Moura, que acertou a trave do goleiro Lucas França, substituto de Fábio, que está lesionado e só volta a jogar no ano que vem. Na sobra, Carlos Alberto testou para o gol, mas o zagueiro Bruno Rodrigo tirou em cima da linha.

O Cruzeiro quase ampliou a vantagem aos 35 minutos. Robinho levantou novamente na área e Arrascaeta toca por cima do goleiro, acertando o travessão.

Se no primeiro tempo, os mineiros abriram o placar aos 3 minutos. Na segunda etapa o time de Mano Menezes precisou só de 120 segundos para fazer o segundo. Robinho chutou cruzado, Bruno Alves desviou, mas a bola voltou para o meia, que acertou a trave. Na sobra, Ábila deixou o dele.

Para piorar a situação, os comandados de Argel Fucks ficariam com um a menos, aos 16 minutos, depois que Carlos Alberto parou Rafael Sobis com falta em um contra-ataque cruzeirense. Insatisfeita, a torcida passou a vaiar, com gritos de "vergonha, vergonha, time sem vergonha".

A pressão das arquibancadas deu um fôlego para o time, que chegou a diminuir a conta, com Ferrugem, aos 42 minutos, após bobeada da defesa mineira. Mas a reação parou aí e os pontos foram para Minas Gerais.

As duas equipes terão uma semana de trabalho até a próxima rodada do Brasileirão. O Figueirense joga na Vila Belmiro, contra o Santos, às 11h de domingo. O Cruzeiro manda a partida no Mineirão contra o Santa Cruz, no mesmo dia e horário.

FICHA TÉCNICA:

FIGUEIRENSE 1 x 2 CRUZEIRO

FIGUEIRENSE - Thiago Rodrigues; Ayrton (Lins), Bruno Alves, Marquinhos, Pará; Jackson Caucaia, Ferrugem, Dodô (Elvis), Carlos Alberto; Yago (Jefferson), Rafael Moura. Técnico: Argel Fucks.

CRUZEIRO - Lucas França; Lucas, Manoel, Bruno Rodrigo, Edimar; Henrique, Lucas Romero, Robinho (Marcos Vinícius); Arrascaeta (Rafinha), Rafael Sobis, Ábila (Willian). Técnico: Mano Menezes.

GOLS - Henrique, aos 3 minutos do primeiro tempo. Ábila, aos 2, e Ferrugem, aos 42 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Marquinhos, Ferrugem (Figueirense); Edimar, Henrique, Arrascaeta, Robinho, Lucas (Cruzeiro).

CARTÃO VERMELHO - Carlos Alberto (Figueirense).

ÁRBITRO - João Batista de Arruda (RJ).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC).