27°
Máx
13°
Min

Cruzeiro vence Santa Cruz em casa e se afasta da zona de rebaixamento

(Foto: Reprodução Site Oficial Cruzeiro) - Cruzeiro vence Santa Cruz em casa e se afasta da zona de rebaixamento
(Foto: Reprodução Site Oficial Cruzeiro)

Embalado por bom público no Mineirão, o Cruzeiro derrotou o Santa Cruz por 2 a 0, neste domingo, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado afasta o time mineiro da zona do rebaixamento. Por outro lado, mantém o Santa Cruz na penúltima posição da tabela, com 19 pontos.

Na luta para não cair, o Cruzeiro completou cinco partidas sem derrota, agora com 26 pontos, na provisória 14ª posição da tabela. Já o Santa Cruz venceu sua última partida em 17 de julho, contra o América, por 3 a 0, no Independência.

Curiosamente, o jogo foi apitado por Sandro Meira Ricci, denunciado pelo time mineiro à Comissão Brasileira de Arbitragem por supostas irregularidades na partida da equipe contra o Corinthians pelo Campeonato Brasileiro de 2010. O Cruzeiro perdeu por 1 a 0, gol marcado de pênalti por Ronaldo. O time mineiro, no entanto retirou a queixa e o árbitro pôde voltar a atuar em jogos da equipe de Mano Menezes.

O JOGO - O Cruzeiro começou a partida pressionando o Santa Cruz. Aos 10 minutos de jogo, Robinho cobrou o escanteio e Manoel cabeceou à esquerda do goleiro Tiago Cardoso, próximo à trave. Uma das melhores chances de gol na etapa inicial da partida, no entanto, foi do Santa Cruz. Na primeira vez em que o time visitante chegou ao ataque, aos 14, Grafite, dentro da área, se livrou da zaga e chutou. Rafael defendeu, mas não conseguiu ficar com a bola, e Bruno Rodrigo aliviou.

O Santa Cruz acertou o travessão da equipe mineira aos 25, com Leo Moura, aproveitando sobra de bola na área. Nesse momento da partida, o time visitante era melhor que o Cruzeiro, que desperdiçou boa chance de gol aos 28 minutos, com Rafael Sobis chutando para fora depois de passe de Edimar.

Aos 45, o mesmo Sobis reclamou muito de suposta falta cometida por Grafite contra o jogador e não marcada pelo juiz. Na volta do intervalo, o Cruzeiro não perdeu tempo e abriu o placar logo aos 4 minutos, com Robinho. O jogador pegou rebote da zaga na entrada da área, dominou e chutou, marcando o seu primeiro gol com a camisa celeste.

A torcida, que se manteve quieta a partir da segunda metade do primeiro tempo, quando o time pernambucano era melhor em campo, se animou e viu o Cruzeiro marcar o segundo quatro minutos depois, com Ábila aproveitando passe da esquerda de Arrascaeta. Com dois gols à frente, o Cruzeiro passou a esperar o avanço do time adversário para tentar contra-ataques. Aos 21, porém, o Santa Cruz conseguiu superar a marcação do time mineiro e por pouco não diminuiu com João Paulo, em chute forte que passou à esquerda de Rafael.

Aos 38, Wallyson cobrou falta e Rafael fez boa defesa. Aos 46, Rafael defendeu cabeçada de Wallyson. O time de casa respondeu aos 47, com chute na trave de Willian. Na volta, Rafael Sobis chutou em cima do próprio Willian.

O Santa Cruz, cada vez mais próximo do lanterna América-MG, volta a campo na quarta-feira, dia 7 de setembro, em partida contra a Chapecoense às 16h no Arrudão. O Cruzeiro joga contra o América, no Independência, na quinta-feira, 8, às 21h.

FICHA TÉCNICA:

CRUZEIRO 2 x 0 SANTA CRUZ

CRUZEIRO - Rafael; Lucas, Manoel, Bruno Rodrigo e Edimar; Lucas Romero (Denilson), Ariel Cabral, Robinho (Rafinha) e Arrascaeta; Rafael Sobis e Ramón Ábila (Willian). Técnico: Mano Menezes.

SANTA CRUZ - Tiago Cardoso; Léo Moura, Luan Peres, Danny Morais e Allan Vieira; Derley (Wallyson), Uillian Correia (Danilo Pires) e João Paulo; Pisano (Marion) e Keno; Grafite. Técnico: Doriva.

GOLS - Robinho, aos 4, e Ábila, aos 8 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Derley, Lucas Romero, Uillian Correia, Ariel Cabral, Rafael Sóbis.

ÁRBITRO - Sandro Meira Ricci (SC).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG).