28°
Máx
17°
Min

Cuca diz que vitória sobre o Rio Claro era 'obrigação' e mira o clássico

A vitória sobre o Rio Claro, evidentemente, melhorou o astral no Palmeiras. Nem por isso, porém, o técnico Cuca deixa de exigir que os jogadores mantenham os pés no chão. Mesmo porque o adversário de domingo será o Corinthians e o seu primeiro dérbi pelo time alviverde deixa Cuca ansioso.

"É diferente. Mexe com a cidade inteira, com a torcida, a família. Não sei para que time você torce, mas se for um dos dois o coração aperta", disse Cuca, nesta sexta. "Os grandes jogos fazem a diferença e esse é um grande jogo", complementou.

A expressão de Cuca estava mais leve do que nos dias anteriores. Mas ele alertou que os 3 a 0 sobre o Rio Claro, lanterna e já rebaixado à Série A2 do Paulista em 2017, não é motivo de festa. "Perdemos quatro partidas seguidas. A última, principalmente, muito feia (4 a 1 para o Água Santa). Não temos motivo para comemorar. Era obrigação vencer o Rio Claro para ter chance boa de classificação."

Dado o primeiro passo, Cuca entende que, agora, o Palmeiras tem de buscar a regularidade. Além, é claro, da classificação para a próxima fase do Estadual. O time está em segundo lugar no Grupo B, com 18 pontos, um a menos que o líder Ituano. Como a chave está embolada - o Novorizontino também tem 18 pontos, o São Bernardo 17 e a Ponte Preta 16 -, resultado positivo no Pacaembu contra o já classificado Corinthians será fundamental.

"Temos que entender bem o adversário para termos uma marcação forte e ímpeto de ataque. Ambição também de atacar. Vamos tentar igualar o adversário e buscar a vitória, garantiu Cuca.

O treinador não quis dar pistas sobre o time que vai escalar no clássico. O atacante Dudu, recuperado de um problema muscular, treinou fisicamente nesta sexta, separado do restante do grupo, mas sua presença contra o Corinthians não está assegurada.