27°
Máx
13°
Min

Cuca recomenda que Gabriel Jesus recuse o Barcelona e fique no Palmeiras

(Foto: Divulgação) - Cuca recomenda que Gabriel Jesus recuse o Barcelona e fique no Palmeiras
(Foto: Divulgação)

Os dois gols marcados por Gabriel Jesus na vitória por 2 a 0 sobre o América-MG, terça-feira, no Allianz Parque, foram vistos de perto pelo diretor de futebol do Barcelona, Raul Sanllehí, interessado na contratação do jogador. Ao final do jogo, atletas e o técnico da equipe paulista falaram abertamente sobre a possibilidade de o garoto ser negociado, embora a diretoria mantenha o discurso de que não existe qualquer conversa com o clube espanhol.

Gabriel Jesus disse, após o término da partida, que não sabia da presença de Sanllehí no estádio. Entretanto, Cuca admitiu que sabia da visita e que isso não interferiu na atuação do atacante. "Eles estão aí faz tempo e já viram outros jogos. O Gabriel sabe disso e não se deixa iludir. Se eu fosse o pai do Gabriel, eu não deixaria ele sair hoje. Hoje ele não jogaria no Barcelona e aqui ele vai crescer mais. Se não vier o Barcelona na frente, vem outro, que ele tenha paciência. E para a seleção, ele vai estar em condição melhor do que estar no Barcelona sem jogar", disse o comandante palmeirense.

Cuca ainda reafirmou que não acredita na saída de Gabriel Jesus antes do fim do ano. "Ele sabe que se tiver uma negociação, é para acontecer no futuro e não para já. Ele vai ficar com a gente até o fim do ano", assegurou.

A diretoria palmeirense assegurou que o diretor do Barcelona foi apenas um convidado do diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos, seu amigo. Durante boa parte da partida, os dirigentes acompanharam a partida juntos.

O meia Cleiton Xavier, com passagens pelo futebol europeu, afirmou que não vê necessidade de aconselhar o companheiro de 19 anos. "Conselho ao Gabriel é injusto porque ele é um menino bom e cabeça tranquila. Nos ajuda bastante e ele sabe que a hora dele vai chegar. Ele é merecedor e a gente lamenta, mas fica feliz por ele. Proposta do Barcelona é sempre bem vista e a gente torce para que ele possa nos ajudar e se um dia for embora, que seja por uma grande equipe. Para mim, ele não falou nada, mas ficamos feliz pelas especulações", explicou.

Róger Guedes, que ao lado de Gabriel Jesus foi o destaque da partida, brincou sobre o fato de o diretor do Barcelona estar no estádio e espera ter agradado ao espanhol. Ao ser questionado se teria agradado a Sanllehí, comentou. "Tomara que sim (risos). Meu pensamento é no Palmeiras e vim para ajudar. O professor Cuca confiou em mim e me trouxe para cá. É para o Gabriel Jesus mesmo. Queremos que ele fique, mas se tiver de ir vamos ficar felizes também", comentou o atacante.

Já Fernando Prass elogiou o garoto e também negou que soubesse da presença do dirigente espanhol na arena "Eu não sabia (presente do Sanllehí), mas é bom, sinal de que o trabalho dele está sendo bem feito, porque não é qualquer um que é observado pelo Barcelona", resumiu o goleiro.