22°
Máx
14°
Min

Del Nero volta à CBF em dia de reuniões sobre futuro da seleção

Mesmo licenciado do cargo de presidente da CBF, Marco Polo Del Nero esteve na sede da entidade nesta terça-feira, dia em que a cúpula da entidade e a comissão técnica da seleção se reuniram para discutir os rumos da equipe nacional. Del Nero participou das discussões ao lado do presidente em exercício, coronel Antônio Carlos Nunes, e de Fernando Sarney, um dos vice-presidentes da entidade.

Del Nero está licenciado desde o início de dezembro - ele retomou o cargo por três dias em janeiro apenas para nomear o coronel Nunes na presidência, no lugar do então interino Marcus Vicente -, e, em tese, não deveria participar das decisões da entidade. Apesar disso, tem comparecido à CBF, como foi o caso desta terça-feira.

Desta vez, Del Nero foi visto durante almoço na sede da entidade. "Havia umas 30 pessoas no almoço e ele só falou de amenidades", atestou Carlos Alberto Torres, que estava na CBF para reunião do Comitê de Reformas, do qual faz parte. Questionada, a assessoria de imprensa da CBF afirmou que "não sabia" se Del Nero estava no prédio nesta terça.

A reunião começou no fim da manhã e, por volta das 14 horas, o técnico Dunga e o coordenador de seleções, Gilmar Rinaldi, deixaram a sede da CBF pela garagem sem conversar com os jornalistas. Havia a promessa de que Rinaldi conversaria com a imprensa. Questionado sobre a saída repentina da dupla, um dirigente da CBF demonstrou surpresa e disse que não estava programada.

O trabalho do técnico Dunga à frente da seleção brasileira foi cobrado nesta terça-feira. Ele vem sofrendo pressão dentro da própria entidade e corre o risco de ser afastado do comando da seleção olímpica. Na noite de segunda-feira, Rogério Micale foi confirmado por Gilmar Rinaldi como "auxiliar técnico" na Olimpíada. Ele vem comandando a equipe desde a saída de Alexandre Gallo, no ano passado.