22°
Máx
16°
Min

Destaque no clássico, Dudu deve desfalcar o Palmeiras na Libertadores

Dudu brigou com o departamento médico do Palmeiras para entrar em campo contra o Corinthians no domingo, se tornou herói ao marcar o gol da vitória por 1 a 0 no Pacaembu, mas deve pagar por sua decisão. O atacante voltou a sentir o incômodo na coxa direita que o afastava dos gramados e está praticamente descartado do confronto decisivo diante do Rosario Central, nesta quarta-feira, pela Libertadores.

A tendência é que Dudu seja submetido a novos exames nesta terça-feira, mas após a avaliação inicial do departamento médico sua presença foi quase descartada. O jogador deve ficar em São Paulo e sequer viajar com o elenco para a Argentina, onde o Palmeiras lutará pela sobrevivência na Libertadores.

Dudu sentiu a coxa direita no confronto diante do Red Bull Brasil dia 24 de março, ficou de fora diante do Água Santa e do Rio Claro e só entrou no segundo tempo contra o Corinthians porque fez sua vontade prevalecer sobre a recomendação médica, que era de que ele ainda não voltasse neste fim de semana.

Se o atacante ficará afastado dos gramados mais uma vez, o meia Cleiton Xavier está mais perto do retorno. Há sete meses como desfalque por diversos problemas físicos, o jogador participou nesta segunda do treino de ataque contra defesa na Academia de Futebol, mas ainda não poderá atuar diante do Rosario Central.

O fato é que a vitória no clássico no último domingo afastou a má fase e deu novo ânimo aos jogadores do Palmeiras para o importantíssimo compromisso desta quarta. O time é o terceiro colocado do Grupo 2 da Libertadores com somente quatro pontos, três atrás do segundo colocado Rosario Central e quatro atrás do líder Nacional-URU. Por isso, uma derrota na Argentina significará a eliminação precoce na competição.

"É o jogo do ano, uma final para a gente. Eu nem estou pensando em um resultado negativo. Realmente, eu estou bem confiante no time, que se mostrou muito forte no clássico, até quebrando um tabu dentro do Pacaembu. Temos de levar essa força para dentro de campo. O time é muito unido, todos são amigos e é isso que temos de levar para campo. Temos de mostrar a nossa força e voltar para casa com três pontos para permanecer com essa tranquilidade", comentou o lateral Egídio.