21°
Máx
17°
Min

Diante de 377 torcedores, Botafogo vence Juazeirense e avança na Copa do Brasil

(Foto: Divulgação)  - Diante de 377 torcedores, Botafogo vence Juazeirense e avança na Copa do Brasil
(Foto: Divulgação)

Poderia ter sido melhor, com um futebol mais vistoso, porém o Botafogo fez o suficiente para avançar à terceira fase da Copa do Brasil. Com público de apenas 377 torcedores, o time carioca venceu o Juazeirense por 1 a 0, nesta quinta-feira, no estádio Los Larios, em Duque de Caxias (RJ), e garantiu a vaga para enfrentar o Bragantino, em julho - na ida venceu por 2 a 1, fora de casa.

Enquanto o Juazeirense terá de esperar até 12 de junho para a estreia contra o Icasa, na Série D, o Botafogo vai ao Recife para o jogo contra o Sport, na Ilha do Retiro, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

Foi o segundo teste de Helton Leite no gol desde a lesão de Jefferson, que sofreu ruptura parcial do tendão do tríceps e desfalca a equipe por três meses. Assim como no primeiro jogo, o goleiro voltou a assustar a torcida. Na primeira vez que foi acionado, não conseguiu agarrar cruzamento de Alex Travassos e entregou nos pés de Capone, que perdeu boa chance de gol.

Sem Leandrinho, Ribamar e Lindoso, o Botafogo também perdeu a organização ofensiva. Passou a ser coadjuvante e demorou a se encontrar em campo. A primeira chance só surgiu aos 28 minutos, quando Luis Henrique aproveitou cruzamento de Victor Luís e quase marcou um belo gol, de esquerda. Ainda no primeiro tempo, o Botafogo arriscou mais uma vez, com Bruno Silva, em bola que assustou o goleiro Tigre.

Em busca de dois gols para se classificar, o Juazeirense foi desistindo de um feito histórico e passou a se contentar com o empate sem gols em Volta Redonda. Insatisfeito com a falta de criatividade da equipe, o técnico Ricardo Gomes não demorou para fazer as três substituições e viu o time melhorar nos minutos finais, com Octávio.

Quando o empate parecia certo, aos 40 minutos do segundo tempo, Neilton aproveitou o vacilo da defesa baiana e completou passe de Ribamar para fazer o gol solitário da noite em Volta Redonda.

FICHA TÉCNICA:

BOTAFOGO 1 x 0 JUAZEIRENSE

BOTAFOGO - Helton Leite; Diego, Renan Fonseca, Emerson e Victor Luis; Bruno Silva, Fernandes, Marquinho e Salgueiro (Neilton); Sassá (Ribamar) e Luis Henrique (Octávio). Técnico: Ricardo Gomes.

JUAZEIRENSE - Tigre; Alex Travassos (Naldo), Paulo Henrique, Ricardo Braz e Deca; Capone, Diego Teles, Everlan e Wanderson (Gian Lucas); Tony Galego e Nino Guerreiro . Técnico: Janílson Silva.

GOL - Neilton, aos 40 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Bruno Silva (Botafogo); Everlan, Deca e Diego Teles (Juazeirense).

ÁRBITRO - Rodolpho Toski Marques (PR).

RENDA - R$ 3.870,00.

PÚBLICO - 335 pagantes (377 no total).

LOCAL - Estádio Los Larios, em Duque de Caxias (RJ).