21°
Máx
17°
Min

Dirigente defende preços dos ingressos do jogo da seleção em Natal

O presidente da Federação Norte-Rio-Grandense de Futebol (FNF), José Vanildo, defendeu nesta quarta-feira o preço dos ingressos para o jogo do Brasil diante da Bolívia, nesta quinta, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, em Natal. Segundo o dirigente, os valores entre R$ 75 (meia-entrada) e R$ 350 são justos e inferiores a outros eventos musicais que a Arena das Dunas costuma receber.

"É um valor bem inferior do que para assistir o show do Wesley Safadão e outras apresentações que temos por aqui. O que foi cobrado, pelo tema do evento, pelas circunstâncias que ocorreram, está dentro do patamar razoável", disse Vanildo em entrevista coletiva nesta quarta. O cantor se apresentou no estádio em maio, em um evento cujo valor mais alto do ingresso atingia R$ 230.

Segundo levantamento do jornal Tribuna do Norte, de Natal, o valor da entrada média para ver a seleção nesta quinta é cinco vezes superior ao preço cobrado em 1982, data da única visita da equipe à capital potiguar. Naquela época, foi cobrado um montante que equivalia a cerca de 4% do salário mínimo. Já no caso da partida com a Bolívia, pelas Eliminatórias, essa parcela sobe para 20%, se incluídas as taxas de serviço dos sistemas de venda online.

As entradas para o jogo se esgotaram em cerca de seis horas. Foram colocados à venda 31 mil ingressos. "A comercialização online potencializou a procura do público para a partida, que com certeza será um sucesso", disse o dirigente potiguar, que foi nomeado pela CBF como chefe da delegação nestas duas rodadas das Eliminatórias.