21°
Máx
17°
Min

Dunga não diferencia atletas olímpicos e quer foco na Copa América Centenário

(Foto: Divulgação/Mateus Pereira) - Dunga não diferencia atletas olímpicos e quer foco na Copa América Centenário
(Foto: Divulgação/Mateus Pereira)

No primeiro dia de treinamentos em Los Angeles para a Copa América, o técnico Dunga evitou fazer distinções entre os jogadores com idade olímpica - são sete ao todo - e os mais experientes. "No momento, estamos pensando na Copa América. Não temos atletas olímpicos, temos atletas da seleção brasileira na Copa América. Todos fazem parte da seleção da Copa América", disse o treinador em entrevista coletiva.

Dunga esclareceu o papel que espera que os líderes realizem na equipe, principalmente com a ausência de Neymar. "Todos os jogadores têm a condição de ser o protagonista. Temos outros que podem se tornar referência na seleção. Estamos buscando mais líderes tecnicamente, competitividade, comando. O líder tem de recordar o que treinamos, o que combinamos antes do jogo. Queremos jogadores que relembrem o que treinamos", disse.

O treinador afirmou que a condição física dos atletas vai definir a escalação da equipe no amistoso de domingo, contra o Panamá. "É o primeiro dia de treinamento, estamos focados em ver as condições físicas em que cada um se apresenta. Vamos fazer um trabalho individualizado para verificar como cada um vai poder contribuir", afirmou o treinador em entrevista coletiva nesta segunda-feira. "Temos um grupo em que alguns estão no meio e outros no fim da temporada. Temos de pensar no desgaste, mas pensar individualmente", completou o treinador.

Nesta segunda-feira, já são 19 jogadores concentrados em Los Angeles. Na manhã desta segunda-feira, a delegação recebeu mais um grupo de jogadores. Foram oito atletas vindos de voo de São Paulo. Na terça-feira, chegará Elias; na quarta, Daniel Alves. Os últimos a se apresentarem serão Filipe Luís e Casemiro, que vão disputar a final da Liga dos Campeões.