23°
Máx
12°
Min

Dunga revela que deixou atleta fora da Copa América por falta de documentação

O técnico Dunga disse na manhã deste sábado que pelo menos um jogador não disputará a Copa América Centenário pela seleção brasileira por não ter documentação para entrar nos Estados Unidos. A revelação foi feita pelo treinador ao falar da convocação do meia Kaká para substituir o atacante Douglas Costa, cortado por contusão. Ele não revelou o nome do atleta. Mas deixou no ar a indicação de que iria cortar também Rafinha Alcântara, outro que também está contundido, e só não o fez porque quem seria o substituto não estava com a documentação regularizada.

"Infelizmente, outros jogadores poderiam estar aqui, mas não estão porque não tinham documentação. Temos de ter profissionalismo", criticou Dunga. "A meritocracia vem em primeiro lugar, mas também tem de ter organização e profissionalismo."

Com expressão contrariada, Dunga, inicialmente, deu a entender que tinha outra opções além de Kaká para substituir Douglas Costa. Depois, porém, falou que a escolha do veterano jogador que atua no Orlando City foi técnica e que também contaram a liderança e a experiência. Mas em seguida bateu forte no jogador que também poderia ter sido chamado.

"Fizemos a lista de 40 jogadores, passei a lista para o Gilmar (coordenador de seleções), que passou para os clubes, com a documentação que precisava. Observamos a questão técnica, de convivência, liderança, de como usar esse jogador dentro da seleção brasileira", disse.

"Nós temos repetido que os jogadores têm de estar sempre em contato com o Gilmar, a CBF, tem de estar pronto para jogar. Quando falo pronto não é só questão física, técnica, mas como estamos fora (do Brasil) tem de ter também documentos."

Na lista de 40 pré-convocados que poderiam ser chamados estão, entre outros, Ganso (São Paulo), Gabriel Jesus (Palmeiras), Lucas Moura (PSG), Luan (Grêmio), Alex Teixeira (Suning, da China) e Oscar (Chelsea).