26°
Máx
19°
Min

“É a cara do nosso time”, diz Tencati sobre gol nos acréscimos

O Londrina conquistou a terceira vitória em quatro jogos no Campeonato Paranaense com altas doses de emoção. Depois de se salvar da derrota aos 33 minutos do segundo tempo com o ex-Tubarão Léo Maringá perdendo pênalti, o alviceleste chegou à vitória com gol de Sílvio nos acréscimos, aos 46. 

 “Essa é a cara do nosso time. O Londrina nunca deixa de se entregar. Tivemos desacertos, não encaixou a maneira de jogar e bateu o cansaço. Mas a equipe teve mérito, só marcou o gol no final porque acreditamos que poderíamos vencer”, avaliou o técnico Cláudio Tencati em entrevista coletiva após a partida. 

Perda de pontos

O comandante do Londrina também falou publicamente pela primeira vez sobre a possibilidade de perder seis pontos na competição por conta da escalação irregular do volante Germano na primeira rodada, diante do PSTC. 

Ao balançar as redes, o zagueiro Silvio dedicou o gol ao supervisor de futebol João Severo. “Ele tem tido todo este peso nas costas. Na minha opinião, o grande erro é do advogado e da Federação. Claro que teve uma parte do João, mas pequena diante de outras questões. A gente sabe o quanto ele trabalha para nós, jamais vai querer fazer alguma coisa contra o clube”. 

O caso será analisado na próxima quarta-feira (17), a partir das 19h, na sede do Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná (TJD-PR). Germano foi punido com suspensão de uma partida após agredir o lateral Norberto, do Coritiba, na partida de ida das semifinais do Paranaense 2014, no estádio do Café.

O lance não foi notado e relatado em súmula pelo árbitro da partida, mas a imagem da agressão chegou ao TJD, que decidiu pela punição em 12 de maio,quando a competição já havia terminado.

Com isto, o ‘gancho’ deveria ter sido cumprido na primeira partida do Estadual do ano seguinte. Porém, Germano entrou em campo contra o PSTC, partida vencida pelo Londrina por 2 a 0 em Arapongas.

A diretoria do clube alega ‘falha de comunicação’ por não ter recebido qualquer notificação da Federação sobre o caso. O motivo, segundo o advogado Osvaldo Sestário, seria a troca de endereço de e-mail do Londrina.

Se a perda de seis pontos for confirmada, o Londrina cairia da vice-liderança para a sétima posição, com quatro pontos.