26°
Máx
19°
Min

Em atuação de gala, Londrina bate o Bahia por 2 a 1 e vence a primeira fora de casa

(foto: FELIPE OLIVEIRA / EC BAHIA / DIVULGAÇÃO) - Em atuação de gala, Londrina bate o Bahia por 2  a 1 e vence a primeira fora de casa
(foto: FELIPE OLIVEIRA / EC BAHIA / DIVULGAÇÃO)

O Londrina apresentou seu cartão de visitas na Série B do Campeonato Brasileiro. Jogando diante do Bahia na Fonte Nova, em Salvador, o Tubarão venceu por 2 a 1 e quebrou dois tabus na competição ao vencer a primeira fora de casa e marcar dois gols em um mesmo jogo.

A imponência da Fonte Nova não intimidou os comandados de Claudio Tencati, que fizeram a melhor partida do ano, com forte marcação e sabedoria com a bola nos pés. O resultado positivo traz ainda mais motivação para o duelo de terça-feira (21) contra o líder Vasco, no estádio do Café.

Com a vitória, o Londrina sobe para a nona posição, com 16 pontos, ficando a apenas um ponto do G4. Já o Bahia caiu para quinto, com 17.

O jogo

Nem no mais otimista dos sonhos do torcedor alviceleste, o início da partida poderia ser melhor. O Londrina abriu placar com menos de um minuto. Em uma linda triangulação, Rondinelly tocou de letra para Itamar, que deu um lindo passe de calcanhar, colocando Zé Rafael na cara do gol. O meia tocou por baixo de Marcelo Lomba, marcando um golaço.

O fato de estar à frente do placar empolgou o Londrina, que voltou a ameaçar aos cinco minutos. Itamar recebeu e bateu cruzado, levando perigo para Lomba. Aos 24, Gava levantou na área e Luizão desviou, mas o bandeira marcou impedimento.

O Bahia não havia ameaçado Marcelo Rangel até os 26 minutos de jogo quando, em uma cobrança de falta, Juninho bateu com categoria, sem chance para o goleiro alviceleste.

Com o empate, a partida ficou mais equilibrada, com o Londrina segurando o ímpeto dos baianos. Na volta para a segunda etapa, o Tricolor passou a pressionar mais, segurando a bola no campo de ataque.

Ainda assim, foi o Londrina que teve a melhor chance. Itamar fez boa jogada e deixou Jô mano a mano na área. O atacante limpou o zagueiro, mas na hora de concluir mandou por cima do gol.

O castigo quase veio no lance seguinte. Régis tabelou bem com Hernane e bateu colocado, tirando tinta da trave de Marcelo Rangel. Aos 13, o “Brocador” teve outra chance ao ficar no um contra um na entrada da área, mas acabou desarmado por Matheus. Pouco depois, o zagueiro sentiu uma lesão muscular e deixou o campo substituído por Anderson.

A mudança atraiu ainda mais o Bahia para o campo de ataque. Tencati ainda optou por sacar Rondinelly e colocar Bidia para fechar o meio-campo. Inteligente, o Tubarão aproveitava o nervosismo e a pressão da torcida local contra o próprio time para ganhar tempo.

Aos 44 minutos, a atuação consistente do Londrina foi premiada. Itamar puxou contra-ataque pela esquerda, passou por Lucas Fonseca e cruzou com açúcar para Jô apenas empurrar para as redes.

O árbitro ainda `judiou` da torcida alviceleste ao dar seis minutos do acréscimo. Assim como no restante da partida, os jogadores atuaram com inteligência para suportar a pressão até o fim. Após o apito final, os jogadores do Bahia partiram para cima do meia Rafael Gava, mas a confusão foi controlada.

Para aumentar ainda mais a expectativa para o jogo de terça, o Vasco perdeu para o Paysandu por 2 a 0 em casa. Lembrando que os ingressos para a partida no Café já estão à venda.