23°
Máx
12°
Min

Em Cianorte, família recebe confirmação da morte de Danilo, da Chapecoense

A família do goleiro Marcos Danilo Padilha foi informada da morte do jogador por volta das 14h45 desta terça-feira (29). Os pais, que até então tinham esperança de encontrar o filho vivo, ficaram desolados.

O dia foi de emoções intensas para a família, que acordou com a notícia do desastre aéreo com mais de 70 mortes, na Colômbia. Apenas quatro jogadores da Chapecoense foram resgatados com vida, entre eles Danilo.

Danilo tinha 31 anos (Foto: Divulgação)Danilo tinha 31 anos (Foto: Divulgação)

A morte dele chegou a ser anunciada por volta das 10h, mas depois a Cruz Vermelha voltou atrás, o que causou uma confusão. Ao saber dessa primeira notícia, a mãe e o pai choraram muito, amparados por familiares e amigos, que ficaram na casa presando apoio durante todo o dia.

Até o início da tarde, a família tinha a informação de que Danilo havia sofrido uma parada cardiorrespiratória e tinha sido levado para um hospital. Porém, o nome dele não constava na lista de sobreviventes, o que manteve a família em alerta.

A esperança foi ceifada no início da tarde, novamente com o sofrimento pela morte.