24°
Máx
17°
Min

Em Salvador, Flamengo derrota o Vitória de virada e encosta no líder Palmeiras

(Foto: Jéssica Santana/ Flamengo) - Flamengo derrota o Vitória de virada e encosta no líder Palmeiras
(Foto: Jéssica Santana/ Flamengo)

O Flamengo venceu de virada o Vitória por 2 a 1, neste sábado, no estádio do Barradão, em Salvador, pela 24.ª rodada do Campeonato brasileiro. Com o resultado, o time rubro-negro carioca chegou à quarta vitória consecutiva e empata com o líder Palmeiras, com 46 pontos - o time paulista fica à frente por causa do saldo de gols (19 a 8). Para o clube baiano, a derrota o empurra para a 18.ª posição, dentro da zona de rebaixamento, com 28 pontos.

Vitória e Flamengo fizeram um jogo muito aguerrido em Salvador. Por motivos diferentes, ambas as equipes tiveram muitos motivos para buscar o triunfo. Na zona do rebaixamento, o time baiano precisava dos três pontos para subir na tabela de classificação, enquanto que o clube da Gávea queria os três pontos para se aproximar do Palmeiras.

O clube baiano desde o início sufocou e fez um primeiro tempo irrepreensível. Estreante, Zé Eduardo foi oportunista e marcou um gol após chute errado de Diego Renan. O Flamengo teve dificuldades de lidar com a pressão, mas conseguiu empatar o jogo na primeira etapa. Na volta do intervalo, o Vitória seguiu tentando imprimir o mesmo ritmo, mas, aos poucos, o clube da Gávea foi encaixando suas jogadas. Diego esteve muito bem na armação do elenco, assim como Gabriel e Fernandinho, que fizeram os gols.

As equipes voltam a campo pela 25.ª rodada no meio de semana. O Flamengo visita justamente o Palmeiras, no estádio Allianz Parque, em São Paulo, nesta quarta-feira, às 21h45, e o Vitória enfrenta o Internacional, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, na quinta, às 21 horas.

O JOGO - Se o Flamengo achou que teria vida fácil, esbarrou na disposição do Vitória. Logo aos quatro minutos, o time baiano chegou bem após chute de Serginho espalmado pelo goleiro Alex Muralha, que sobrou para Kieza. O atacante tentou escorar, mas jogou para fora. No lance seguinte, Serginho recebeu sobra e bateu para fora. Após o sufoco inicial, o time da Gávea tentou se recompor. Aos 10, Fernandinho levou perigo com um chute cruzado defendido por Caíque. Aos 17, Gabriel cruzou e a bola passou por toda a defesa baiana, passando muito perto da trave.

Aos 21 minutos, Diego Renan chutou cruzado, a defesa carioca bobeou e Zé Eduardo, oportunista, aproveitou para abrir o placar no Barradão. Mesmo após o gol, o Vitória seguiu pressionando o adversário na sua própria área. A marcação intensa complicou as tentativas de jogada do clube carioca. Aos 35, Rafael Vaz cobrou falta na barreira e, na sobra, emendou de primeira passando muito perto da trave do goleiro Caíque. Aos 38, Pará cruzou na medida para Leandro Damião, que cabeceou com perigo para fora.

Nos minutos finais da primeira etapa, o Vitória arrefeceu a marcação e se recolheu, mas continuou perigoso. Aos 39, Seginho viu Alex Muralha adiantado e chutou colocado. O goleiro se recuperou e evitou um golaço.

Apesar de todo o ímpeto dos jogadores baianos, o Flamengo encontrou o caminho do gol. Aos 43 minutos, em bela jogada de Willian Arão e Pará, o lateral-direito cruzou na medida para Fernandinho, que cabeceou para empatar o jogo.

Na volta do intervalo, as equipes seguiram tentando criar lances de perigo, mas tiveram dificuldades devido à marcação acirrada. Aos 14 minutos, o Flamengo mostrou que está em boa fase: Gabriel arrancou com velocidade e passou para Diego, que devolveu na medida. Em boa posição na área, Gabriel chutou forte para o fundo das redes e virou o jogo para o time carioca. Na sequência, Alan Patrick cobrou falta na área e Leandro Damião cabeceou certeiro. O goleiro Caíque desviou e a bola ainda bateu no travessão antes de sair.

Em desvantagem, o Vitória tentou se recuperar. Aos 22 minutos, Kieza acertou um chute forte de fora da área e Alex Muralha fez grande defesa. A situação ficou ainda pior aos 27, quando Diego Renan fez falta em Gabriel, levou seu segundo cartão amarelo e foi expulso.

Com mais jogadores, o time do Rio buscou ampliar o placar. Aos 34, em uma bobeada da defesa baiana, Leandro Damião partiu em liberdade e, cara a cara, chutou para a defesa de Caíque para fora. Na cobrança do escanteio, Réver cabeceou bem e Caíque fez excelente defesa. Com o cansaço e a desvantagem do adversário, o time rubro-negro carioca precisou apenas administrar o resultado até o apito final.

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA 1 x 2 FLAMENGO

VITÓRIA - Caíque; Diogo Mateus, Ramon, Kanu e Diego Renan; Willian Farias, Serginho (Flávio) e Cárdenas; Kieza (Euller), Marinho (Vander) e Zé Eduardo. Técnico: Vagner Mancini.

FLAMENGO - Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão e Diego (Mancuello); Gabriel (Marcelo Cirino), Fernandinho (Alan Patrick) e Leandro Damião. Técnico: Zé Ricardo.

GOLS - Zé Eduardo, aos 21, e Fernandinho, aos 43 minutos do primeiro tempo; Gabriel, aos 14 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Cárdenas (Vitória); Rafael Vaz (Flamengo).

CARTÃO VERMELHO - Diego Renan (Vitória).

ÁRBITRO - Vinicius Furlan (SP).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio do Barradão, em Salvador (BA).