24°
Máx
17°
Min

Entre os grandes clubes paulistas, só Palmeiras tem lucro na temporada de 2015

Os quatro principais clubes do futebol paulista divulgaram o balanço financeiro do ano passado e mostraram realidades bem distintas. Enquanto o Palmeiras teve saldo positivo, muito graças à sua torcida, Corinthians, Santos e São Paulo não tiveram o que comemorar.

O Palmeiras fechou 2015 com lucro de R$ 10,5 milhões. Só com renda líquida em bilheteria, o time pulou de R$ 23,1 milhões em 2014 para R$ 87,2 milhões em 2015, um aumento de 276%. Além disso, o clube recebeu R$ 43 milhões de patrocínio da Crefisa e da FAM.

Por outro lado, o time alviverde também gastou mais. Foram R$ 340 milhões contra R$ 270 milhões no ano passado. Para Pedro Daniel, executivo de gestão esportiva da BDO, empresa de consultoria esportiva, o número não pode ser visto como um custo. "Teve um retorno grande em cima deste endividamento. Isso deixa de ser um custo e passa a ser investimento".

A maior virtude do Palmeiras é o problema do Corinthians. O time alvinegro aumentou a receita em 15,5% em relação a 2014, mas fechou o ano com saldo negativo de R$ 97,08 milhões. "O principal motivo é que a receita da bilheteria da arena não entra na conta, mas vai para o fundo que paga o estádio. Só aí são quase R$ 80 milhões a menos", explicou Daniel.

Quanto ao São Paulo, o clube ficou no vermelho por R$ 72,5 milhões, número melhor do que em 2014, quando fechou em R$ 100 milhões negativo. Mas ainda preocupa. "A mudança polêmica na diretoria atrapalhou, pois manchou a imagem do clube e afastou investidores", explicou o analista.

Já o Santos, pelo terceiro ano consecutivo, fechou no vermelho, com R$ 78,1 milhões negativos. Sem grandes atrativos para patrocinadores, o clube tem sofrido para se manter. "É um clube que tem faturamento baixo e não tem arena para explorar. Embora dispute títulos, é um time de baixo atrativo e isso dificulta bastante", explicou o executivo.

Algo que chama a atenção é o quanto o sócio-torcedor do trio de ferro aumentou. O maior crescimento foi do Corinthians, com 209,28%, seguido pelo Palmeiras (171,8%) e o São Paulo (57,2%). O Santos não informou sobre esses dados.

No âmbito geral, Pedro Daniel destaca que, além do Palmeiras, Flamengo e Atlético Paranaense são exemplos de clubes que demonstram evolução e desenvolvimento financeiro. Já Santos e Botafogo são equipes que parecem mais atrás em relação a esse ponto.