22°
Máx
17°
Min

Equador cai diante da Colômbia, perde invencibilidade e pode deixar liderança

Líder e único invicto das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2018, a seleção do Equador não resistiu ao time da Colômbia nesta terça-feira e teve encerrada sua invencibilidade com a derrota por 3 a 1, em Barranquilla. De quebra, a surpresa destas Eliminatórias ainda pode perder a liderança, caso o Uruguai vença o Peru, mais tarde.

Com a primeira derrota, o Equador estacionou nos 13 pontos e agora pode ser alcançado pelos uruguaios. O time de Óscar Tabárez tem 10 pontos e melhor saldo de gols que os equatorianos. Assim, só precisa de uma vitória para assumir a ponta pela primeira vez nestas Eliminatórias.

Já a Colômbia deu um salto na tabela. Ao atingir os 10 pontos, trocou o sétimo lugar pelo provisório terceiro, empurrando o Brasil para o quarto posto. Somente os quatro primeiros colocados garantem vaga direta na Copa da Rússia, em 2018 - a seleção brasileira enfrenta o Paraguai ainda nesta terça, em Assunção.

Imbatível nestas Eliminatórias até esta terça, o Equador sofreu para conter o ataque colombiano, liderado por James Rodríguez, Cuadrado e Carlos Bacca. Os anfitriões controlaram a partida desde o início.

Depois da pressão no começo na partida, transformaram em vantagem o domínio que já era claro. Aos 14 minutos, Bacca recebeu bom passe dentro da área. Segurou bem a marcação, girou dentro da área e bateu para as redes.

Sem seus titulares no ataque (Bolaños e Caicedo), o Equador tinha dificuldade para reagir. Para piorar para os visitantes, a defesa colombiana funcionava bem e praticamente não dava espaço para os líderes das Eliminatórias.

Antes do intervalo, a Colômbia quase ampliou com James Rodríguez, em finalização cruzada e rasteira. A bola passou rente à linha e foi para fora.

No segundo tempo, os donos da casa não perderam tempo e aumentaram o placar aos dois minutos. Após cruzamento da esquerda, Pérez deu uma voadora na pequena área para alcançar a bola e anotar o segundo gol.

Aos 23, o goleiro Alexander Domínguez deu uma grande ajuda aos anfitriões. Ao sair mal do gol, iniciou o contra-ataque colombiano. A bola sobrou para James Rodríguez, que acionou rapidamente Cuadrado, em cruzamento para nova finalização de Bacca para o gol. Já com Cuéllar, do Flamengo, em campo, a Colômbia quase anotou o quarto em lance de Adrián Ramos com James.

Nos minutos finais, o Equador diminuiu a vantagem colombiana com belo gol de Michael Arroyo. Ele cobrou falta com categoria e acertou o ângulo do gol defendido por Ospina aos 44. Mas não foi o suficiente para evitar a primeira derrota equatoriana nestas Eliminatórias.