22°
Máx
16°
Min

Espanha massacra na estreia das Eliminatórias para Copa; Itália vence Israel

Espanha e Itália venceram nesta segunda-feira, na estreia das Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia. As seleções, no entanto, tiveram confrontos bastante diferentes. Enquanto os espanhóis passearam diante da frágil equipe de Liechtenstein por 8 a 0, os italianos suaram e precisaram se desdobrar para garantir o triunfo por 3 a 1 sobre Israel.

Com os resultados, as duas seleções largaram em vantagem no Grupo G das Eliminatórias, com três pontos cada. Na próxima rodada, dia 6 de outubro, italianos e espanhóis se enfrentam em Turim. No mesmo dia, Israel viaja para encarar a Macedônia e Liechtenstein recebe a Albânia.

Nesta segunda, a Espanha contou com os gols de Diego Costa para atropelar Liechtenstein em León. Bastante criticado por boa parte da torcida, o brasileiro naturalizado foi o responsável por abrir o placar no primeiro tempo, aos 10 minutos, de cabeça. Só que o time da casa sofreu com a falta de pontaria e foi para o segundo tempo vencendo somente por 1 a 0.

Na etapa final, o gol de Sergi Roberto logo aos 10 minutos ajudou a tranquilizar os espanhóis, que partiram para o atropelamento. David Silva e Vitolo marcaram ainda nos 15 minutos iniciais. Diego Costa, aos 21, aproveitou rebote do goleiro e fez mais um de cabeça.

Com a goleada garantida, a Espanha diminuiu o ritmo. Mas o atacante Álvaro Morata entrou na vaga de Diego Costa querendo aproveitar a fragilidade do adversário para também marcar. E o fez duas vezes, aos 37 e 38 minutos. Nos acréscimos, David Silva também fez seu segundo e selou a goleada.

ITÁLIA SOFRE - Em Haifa, a Itália passou por Israel por 3 a 1, mas o confronto foi bem mais complicado do que o placar sugere. Com um a menos durante quase todo o segundo tempo, após a expulsão de Chiellini, os visitantes foram bastante pressionados e só se tranquilizaram com o terceiro gol, de Immobile, na reta final.

Apesar de atuar fora de casa, a Itália foi para cima e abriu o placar aos 14 minutos, com gol de Grazziano Pellé, após ótima jogada de Antonelli pela esquerda. O segundo saiu aos 31. Bonaventura foi derrubado por Bitton e o árbitro marcou pênalti, que Candreva bateu com categoria para ampliar.

Mas Israel não se entregou e diminuiu logo depois com um golaço de Ben Chaim. Ele recebeu de Hemed, viu Buffon adiantado e, de fora da área, tocou com estilo por cobertura.

O segundo tempo começou com Israel pressionando, e a situação da Itália se complicou depois da expulsão de Chiellini aos 10 minutos. Buffon salvou os visitantes em algumas oportunidades. E em um chutão para frente do goleiro, saiu o gol que definiu o resultado. Immobile ganhou no corpo e bateu firme para garantir o triunfo italiano.