22°
Máx
14°
Min

Estratégia funciona e Grêmio avança na Libertadores com vitória na altitude

Foto: Lucas Uebel/ Gremio FBPA - Estratégia funciona e Grêmio avança na Libertadores com vitória na altitude
Foto: Lucas Uebel/ Gremio FBPA

O Grêmio foi cuidadoso para fazer bonito na altitude de Quito. Numa decisão incomum, chegou ao Equador com quase uma semana de antecedência para enfrentar a LDU. E todo o planejamento do clube foi recompensado na noite desta quarta-feira. A quase 3 mil metros de altitude, o time brasileiro derrotou o time equatoriano por 3 a 2 e garantiu sua classificação às oitavas de final da Copa Libertadores.

O triunfo levou a equipe gaúcha aos oito pontos, na segunda colocação do Grupo 6. Assim, ficou com a segunda vaga da chave na próxima fase. A primeira já era do Toluca, com campanha invicta e 13 pontos. LDU e San Lorenzo (ambos com três pontos), campeão da Libertadores em 2014, não têm mais chances de avançar, faltando ainda uma rodada para fechar o grupo.

O Grêmio decidiu a partida desta quarta ainda no primeiro tempo, ao abrir 2 a 0 aos 25 minutos. Sem se abalar pela altitude, o time brasileiro controlou a partida com uma forte disciplina tática. Firme na defesa e preciso nos ataques pontuais, quase sempre em contra-ataque, na etapa inicial, buscou os gols que precisava para assegurar a vitória.

O JOGO - O Grêmio tinha diversos obstáculos em seu caminho nesta noite. Desde os naturais - o campo encharcado e mal cuidado e a altitude de quase 3 mil metros - até os técnicos, que são as qualidades da LDU, acostumada a ser superior em casa. Mas, para tanto, a diretoria fez uma aposta ousada: levou o time para se adaptar às condições equatorianas com uma semana de antecedência.

Se teve ousadia no planejamento, Roger Machado preferiu a cautela em campo. Ciente do bom poder de fogo da LDU em casa, o técnico colocou seu time na retranca no primeiro tempo e, exigindo forte aplicação tática dos seus jogadores, apostou nos contra-ataques. Como resultado, o Grêmio já vencia a LDU por 2 a 0 aos 25 minutos de jogo. Foram duas investidas no ataque, foram dois gols.

O primeiro surgiu aos 12 em rápida tabela entre Douglas e Luan. O veterano acabou recebendo a bola entre dois marcadores, cortou um dos zagueiros dentro da área e bateu para as redes. Aos 25, outra boa enfiada, desta vez de Giuliano para Bobô. O atacante, cara a cara com o goleiro Domínguez, bateu rasteiro e ampliou a vantagem dos visitantes.

Bem-sucedida no ataque, a estratégia também deu resultados na defesa. A zaga de Roger Machado conteve três boas investidas do setor ofensivo equatoriano antes do intervalo. Garantido atrás, o time gaúcho ainda teve chance de marcar o terceiro, em finalização de longe de Bobô, aos 40. Domínguez fez boa defesa.

Após conter a pressão da LDU no fim do primeiro tempo, o Grêmio levou um susto aos 31 segundos da etapa final. Quinteros disparou pela direita e bateu forte. Marcelo Grohe foi buscar a bola no fundo do gol. Era tudo o que o time da casa queria para emplacar nova pressão em busca do empate.

Mas Walace, novamente destaque do time gremista, esfriou os ânimos da LDU ao marcar o terceiro do Grêmio logo na sequência. Após cruzamento de Marcelo Hermes na área, o goleiro espalmou para a entrada da área. Walace encheu o pé e acertou o ângulo, aos seis minutos: 3 a 1.

Novamente com boa vantagem, o Grêmio voltou a buscar o ataque com mais frequência. No entanto, também levou sustos. A LDU tinha dificuldade na armação, mas mesmo assim conseguiu marcar o segundo gol. O lance, de sorte, surgiu em finalização de Cevallos. A bola desviou na defesa e enganou Marcelo Grohe, aos 31.

O gol deu certa sobrevida à esperança ao time equatoriano, que via ser encerrada qualquer chance de classificação com a derrota. Nos minutos finais, a retranca de Roger Machado funcionou bem e o Grêmio assegurou os três pontos.

O time gaúcho vai encerrar sua participação na fase grupos na próxima terça-feira. O time brasileiro receberá o Toluca sem maiores preocupações por já ter a classificação garantida.

FICHA TÉCNICA:

LDU 2 x 3 GRÊMIO

LDU - Alexander Domínguez; José Quinteros (Jairo Padilla), Luis Romero, Julio Ayovi e Pervis Estupiñán (José Cevallos); Edison Vega, Exequiel Benavídes, Brahian Alemán e Diego Morales; Edson Puch (Alejandro Villalva) e Carlos Tenorio. Técnico: Álvaro Gutiérrez.

GRÊMIO - Marcelo Grohe; Wallace Oliveira, Fred, Pedro Geromel e Marcelo Hermes; Walace, Edinho, Giuliano, Douglas (Pedro Rocha) e Luan (Bressan); Bobô (Lincoln). Técnico: Roger Machado.

GOLS - Douglas, aos 12, e Bobô, aos 25 minutos do primeiro tempo. Quinteros, aos 31 segundos, Walace, aos 6, e Cevallos, aos 31 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Alemán, Bobô, Marcelo Grohe, Tenorio, Wallace Oliveira.

ÁRBITRO - Roberto Tobar (Chile).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Casa Blanca, em Quito (Equador).