22°
Máx
17°
Min

Eurico garante que Flamengo pagará prejuízo e diz que gol 'valeu' um charuto

O presidente do Vasco, Eurico Miranda, se pronunciou após a vitória por 1 a 0 sobre o Flamengo, em São Januário, no último domingo, e reiterou que a direção do rival terá que arcar com os prejuízos provocados no estádio - banheiros foram depredados na parte da torcida visitante. Além disso, voltou a atacar as reclamações sobre a divisão dos ingressos para as torcidas, com apenas 10% das entradas destinadas aos flamenguistas, ao contrário do que costumeiramente ocorre no clássico.

"Nós fizemos um gol aos 45 minutos. Você acha que eu vou ter tempo de contabilizar estragos no banheiro? A coisa vai ser feita como deve ser feita, conforme foi combinado antes. Está na ata do jogo que todo prejuízo causado pela torcida do Flamengo, sua diretoria irá pagar. O que achei estranho por parte do Flamengo é que ninguém disse que a renda do jogo seria dividida, apesar da proporção de torcida ter sido de 90 a 10. Eles atiraram financeiramente contra eles mesmos. A renda era dividida 50 por 50 e os ingressos 90 por 10. Foi combinado previamente e assim foi feito", disse.

Depois de toda polêmica envolvendo a realização do jogo, Eurico avaliou que a organização da partida foi bem-sucedida, sendo coroada, ao menos para ele, com o gol marcado pelo zagueiro Rafael Vaz aos 45 minutos do segundo tempo, o que o levou, inclusive, a acender um charuto para celebrar. O dirigente aproveitou também para provocar o rival, especialmente o presidente Eduardo Bandeira de Mello, reconhecendo que superar o Flamengo possui um sabor especial para ele.

"Acendi o charuto, apesar de hoje estar evitando fumar tanto. Um gol daqueles, entretanto, merecia um charuto. Foi simplesmente a consagração de um trabalho. As pessoas pensam que um jogo desses não dá trabalho, mas dá trabalho sim. Tem ter um entrosamento muito grande com a Polícia Militar e os demais órgãos responsáveis por uma partida de futebol, sem contar na parte interna. A vitória coroa este trabalho. Todo mundo sabe, não irei me aproveitar dessa vitória, mas todo mundo sabe o que representa para mim vencer o Flamengo. Eu irei curtir até o próximo jogo. Está cada vez mais se constatando que o Vasco tem uma superioridade sobre o Flamengo. Eles jogaram aqui com força máxima. Ouvi o treinador antes e depois. Nessa última declaração, ele disse que foi muito bem recebido. Não vi reconhecer a derrota, mas não reclamou de nada do extra-campo, o que mostra que não houve algo que influenciasse na derrota deles. Muricy tem nível, outras pessoas não tem", afirmou.