22°
Máx
17°
Min

Exposição que conta trajetória do futebol londrinense traz mais de 450 fotos

Exposição que conta trajetória do futebol londrinense traz mais de 450 fotos

A exposição "Do Quebra Canela ao Tubarão - memórias do futebol londrinense" foi aberta nesta terça-feira (24) no Museu Histórico de Londrina/UEL, e prossegue até agosto. A exposição inédita é composta por 65 imagens, objetos e documentos que ocupam as três salas de Mostra Temporária do Museu Histórico.

A exposição nasceu da iniciativa do boleiro das "antigas", Miguel Antônio Ramos, um grande colecionador de fotos de times amadores em Londrina. Ele é dono de um acervo de mais de 450 fotos, quase todas identificadas com os nomes dos jogadores e dos respectivos anos. Ramos é o idealizador do tradicional Encontro Anual dos Boleiros de Londrina, que teve início em 1996, após falecimento do boleiro Zé Ferreira.

Miguel teve a ideia de realizar uma reunião de antigos boleiros, ainda em vida, já que percebeu que os antigos amigos de futebol se encontravam "apenas" para ocasiões fúnebres. Por esta razão, Zé Ferreira também é homenageado nesta exposição.

Registros 

Os registros mostram que o futebol amador teve seu grande momento a partir dos anos 40, com a criação da Liga Regional de Futebol de Londrina, mas não deixou de existir e ocupar seu espaço, até os dias atuais. Outras modalidades entraram em cena, e também conquistaram o coração dos londrinenses, como o futebol de salão e o futebol suíço, movimentando os grandes clubes da cidade e um público fiel.

Nos anos 50 começa uma nova fase com a chegada do Londrina Esporte Clube (LEC). Na época o futebol profissional se estabelece de modo perene. Esta novidade significou a possibilidade de uma representação em nível Estadual, e mesmo Nacional. O clube chegou ao seu auge em fins dos anos 70, causando grande êxtase na população. Porém, as primeiras conquistas já ocorreram nos primeiros tempos de atividade profissional.

60 anos - Este ano, o LEC comemora 60 anos em grande estilo, com um Museu a ser inaugurado para marcar a data. Portanto, com a exposição "Do Quebra Canela ao Tubarão - memórias do futebol londrinense", o clube reforça o compromisso com o resgate e a preservação da própria memória, tão rica e cheia de significados, que por muitas vezes se confunde com a história da cidade.

Serviço

O Museu fica na Rua Benjamin Constant, 900 - Centro (antiga Estação Ferroviária). Mais informações pelos telefones (43) 3323-0082 e 3324-4641.