26°
Máx
19°
Min

Fifa recua e adia decisão sobre voto da torcida em eleição do melhor do ano

Poucas horas após o anúncio do presidente da Fifa, Gianni Infantino, de que torcedores poderão votar na eleição do melhor jogador do mundo, a assessoria de imprensa da entidade desmentiu a informação e afirmou que esta decisão ainda está sob avaliação da Fifa. A assessoria informou que prestará novos esclarecimentos ainda nesta sexta-feira.

O anúncio havia sido feito pelo próprio Infantino em reunião da Fifa, em Zurique, no início do dia. O presidente indicara que a medida teria como meta aproximar a Fifa do público.

Mudanças na premiação já eram previstas desde que chegara ao fim o acordo entre a Fifa e a revista France Football, neste ano. Assim, acabara a entrega da famosa Bola de Ouro ao melhor jogador do mundo no ano. Em janeiro, quando a Fifa voltar a realizar sua festa para escolher o melhor do ano, a opção será por modificar o evento.

Pelo anúncio inicial de Infantino, votariam pela internet os torcedores de todo o mundo, além de treinadores de seleções nacionais e capitães. Atualmente, o público já pode votar no gol mais bonito do ano.

O recordista em número de vitórias no prêmio de melhor do mundo é o argentino Lionel Messi, com cinco troféus, seguido pelo português Cristiano Ronaldo, com três. O brasileiro Ronaldo Fenômeno também venceu em três ocasiões.