26°
Máx
19°
Min

Firmino brilha, Liverpool vai à final da Liga Europa e impede hegemonia espanhola

(Foto: Divulgação)  - Firmino brilha, Liverpool vai à final da Liga Europa e impede hegemonia espanhola
(Foto: Divulgação)

Em sete meses de trabalho, Jürgen Klopp já recolocou o Liverpool entre os grandes da Europa. Nesta quinta-feira, sob o brilhante comando dele e com grande atuação de Roberto Firmino, o time inglês venceu o Villarreal por 3 a 0, reverteu a derrota por 1 a 0 na Espanha, e se classificou para fazer a decisão da Liga Europa contra o bicampeão Sevilla. O jogo será dia 18 de maio, na Basileia, na Suíça.

O triunfo do Liverpool impede uma hegemonia total dos clubes espanhóis na temporada europeia. Até aqui, os times da Espanha haviam vencido absolutamente todos os confrontos mata-matas contra times de outros países. Não à toa, Real Madrid e Atlético de Madrid farão a final da Liga dos Campeões e o Sevilla vai tentar o tri da Liga Europa.

Nas últimas três temporadas, só Juventus (sobre o Real Madrid na Liga dos Campeões) e o Torino (contra o Athletic Bilbao na Liga Europa), ambos no ano passado, haviam conseguido triunfos sobre espanhóis.

A classificação do Liverpool também marca o retorno de um clube inglês à decisão da Liga Europa após quatro anos. O último finalista havia sido o Chelsea, campeão da temporada 2012/2013. A equipe da terra dos Beatles foi campeã em 2000/2001, numa decisão sobre o espanhol Alavés. Naquele ano, eliminou o Barcelona nos pênaltis.

Nesta quinta, a classificação veio com uma muito boa atuação sobre o Villarreal, com destaque principalmente para o brasileiro Roberto Firmino, que ficou de fora da lista do técnico Dunga para a Copa América Centenário e respondeu com a participação nos três gols.

No primeiro gol, aos 7 minutos, Firmino apareceu na ponta esquerda para cruzar em direção a Sturridge. O atacante furou, mas Bruno Soriano marcou contra. O time da casa fez por merecer o segundo gol ainda na primeira etapa, mas falhou nas conclusões.

Na segunda etapa, aos 18, o brasileiro tentou o chute de esquerda, não pegou com força na bola, mas deu a assistência para Sturridge. Dessa vez o atacante inglês não desperdiçou. Bateu rasteiro e fez 2 a 0.

O Villarreal ficou com um jogador a menos quando Víctor Ruiz foi expulso, aos 26, e virou presa fácil. No terceiro gol, Firmino foi à linha de fundo e cruzou. Sturridge pegou muito mal na bola e ela acabou sobrando para Lallana marcar. Os espanhóis reclamaram de um impedimento inexistente, porque o defensor que marcava o brasileiro ficou com o braço em cima da linha de fundo.